Guia completo para cultivar plantas dentro de casas e apartamentos

Sergio Oyama Junior

Como Ter Orquídeas Floridas o Ano Todo


Orquídeas floridas no apê
Orquídeas floridas no apê

O sonho de todo cultivador é ter orquídeas floridas o ano todo. No entanto, de modo geral, cada espécie de orquídea costuma florescer apenas uma vez por ano, em sua estação típica. Ainda assim, há maneiras de se ter a casa cheia de orquídeas floridas, ao longo do ano. Com uma coleção bem diversificada, composta por representantes de diferentes gêneros e espécies de orquídeas, bem como seus híbridos, é possível ter flores ao longo de todo o ano. Neste artigo, dou dicas de orquídeas e suas respectivas épocas de floração, bem como sugestões daquelas que florescem com mais frequência ou apresentam florações mais duradouras.


Como ter orquídeas floridas o ano todo?


Para se ter orquídeas floridas o ano todo, é preciso diversificar a coleção, adquirindo espécies e híbridos capazes de florescer em diferentes estações do ano - deve-se dar preferência às orquídeas híbridas, que podem florescer mais de uma vez por ano, bem como aquelas com florações mais longas ou sequenciais.

O exemplo mais clássico de uma orquídea que apresenta florações duradouras é o da Phalaenopsis. Esta é a orquídea mais comumente encontrada nas floriculturas, podendo também estar presente em garden centers, feiras e supermercados. Suas hastes florais podem permanecer meses floridas. Além disso, caso o cultivador não corte a haste floral, após o término da floração, existe a possibilidade de a haste antiga rebrotar, produzindo uma floração secundária.

É importante notar que a nova floração não será tão abundante quanto a primeira. Além disso, a produção de flores é um processo que exige muito da orquídea, de modo que florações consecutivas, ao longo de meses, pode debilitá-la. Sempre que a planta estiver dando sinais de fraqueza, parando de emitir novas folhas e raízes, ou com folhas murchas e amareladas, convém cortar a haste floral, dando um período de descanso para que a planta se recupere e uma nova floração possa surgir no ano seguinte.

Outro segredo, para que a casa tenha orquídeas sempre floridas, é saber quantas vezes por ano cada espécie ou híbrido floresce, como veremos a seguir.


Quantas vezes por ano a orquídea floresce?


Como uma regra geral, cada espécie de orquídea floresce apenas uma vez por ano, em sua estação característica, muito embora existam orquídeas híbridas capazes de florescer várias vezes por ano, por influência das diferentes espécies que as originam.

Novamente, é o caso das orquídeas do gênero Phalaenopsis. Uma vez que a maioria é formada por plantas híbridas, existe a possibilidade de que as florações aconteçam mais de uma vez por ano, ao longo de todo o período, sem uma estação definida. Ainda assim, é comum observarmos um pico de floração da Phalaenopsis durante a primavera.

Também híbridas, asiáticas e monopodiais são as orquídeas do gênero Vanda. Este é outro exemplo de orquídea capaz de florescer várias vezes ao ano, quando bem cultivada. No entanto, trata-se de um gênero mais complicado, que necessita de elevados níveis de umidade relativa do ar no ambiente de cultivo, uma vez que suas raízes são mantidas pendentes, sem vaso ou substrato. Além disso, a luminosidade precisa ser intensa, para que a Vanda floresça adequadamente.

Ainda há o grande e diversificado grupo das orquídeas terrestres, conhecidas também como orquídeas de jardim ou orquídeas de chão. São plantas resistentes, de facílimo cultivo, que podem ser mantidas sob sol pleno, e que florescem várias vezes ao longo de todo o ano. Neste contexto, o exemplo mais clássico é o da Arundina graminifolia, popularmente conhecida como orquídea bambu.

Também terrestre e bastante florífera é a orquídea da praia, apelido do Epidendrum fulgens. Esta é outra excelente opção para quem quer um jardim florido ao longo de todo o ano. Sua única exigência é quanto à luminosidade, que precisa ser intensa, preferivelmente sol pleno.


Quais orquídeas comprar para ter flores o ano todo?


Nem sempre temos tempo para ficar pesquisando a época de floração de cada espécie de orquídea. Uma maneira fácil e tranquila de se ter uma coleção bem diversificada, com exemplares que florescem em diferentes estações do ano, sem ter que fazer muita pesquisa, é adquirir uma orquídea florida por mês, ou a cada dois meses, ao longo do ano. Ao final do período, a coleção estará bem diversificada e no ano seguinte cada espécie florescerá em sua estação típica, novamente.

Começando pelo outono, estação do ano em que este post está sendo publicado, destacamos a Sophronitis cernua, também chamada de Cattleya cernua. É no final do verão, início do outono que suas exuberantes inflorescências alaranjadas surgem, pontualmente, todos os anos. Trata-se de uma orquídea de pequeno porte, considerada por alguns uma micro orquídea.

O gênero Cattleya é outro a apresentar diversas espécies cujas florações ocorrem tipicamente durante os meses de outono. Destacamos a Cattleya labiata, a rainha do nordeste, e a Cattleya walkeriana, também conhecida como a rainha das orquídeas. Estas duas orquídeas, além de produzirem belíssimas flores, enchem a casa de delicados e característicos perfumes, tornando o outono ainda mais agradável.

É também nesta estação que ocorre a floração da famosa orquídea sapatinho, Paphiopedilum Leeanum. Sempre me lembro desta orquídea porque suas flores costumam surgir nas proximidades do dia das mães. Trata-se de uma orquídea terrestre, também considerada humícola, por viver sobre o húmus formado pelo acúmulo de folhas e detritos no chão das florestas asiáticas.


Já no inverno, temos a floração típica da orquídea Cymbidium. Para que isto ocorra, é preciso que este gênero de orquídea seja submetido a uma acentuada queda de temperatura, durante o outono. Aqui no Brasil, infelizmente, nem sempre é possível fazer o Cymbidium florescer, devido às altas temperaturas de diversas regiões do país. Para tentar enganá-lo, há quem regue a orquídea com gelo, durante esta época do ano.

Outra orquídea que precisa passar frio - e sede - durante o outono e inverno, para que possa florescer na primavera, é o Dendrobium. As diferentes espécies de Dendrobium, bem como seus híbridos, são responsáveis pelas florações mais típicas da primavera. Nesta estação, é bastante comum encontrarmos as orquídeas híbridas denphal e olhos de boneca, à venda nas floriculturas. Além disso, é bastante comum vermos estas orquídeas floridas nas árvores das cidades, plantadas nas calçadas e condomínios. Como já mencionamos anteriormente, é também na primavera que observamos um grande número de orquídeas Phalaenopsis floridas.

Já o verão é conhecido por apresentar um número mais reduzido de orquídeas floridas. A espécie mais típica da estação talvez seja a Laelia purpurata. No entanto, também podemos observar flores na Cattleya bicolor, durante esta estação do ano. Outra belíssima micro orquídea florida, no verão, é a Rodriguezia venusta, também conhecida como orquídea véu de noiva. O verão também é a estação preferida para a floração das orquídeas rupícolas, também chamadas de rupestres. São plantas acostumadas às condições inóspitas da vida sobre as pedras, debaixo de sol pleno. Um belíssimo exemplo deste grupo de orquídeas é a Laelia lucasiana.

Por fim, como uma última sugestão para se ter a casa cheia de orquídeas floridas o ano todo, destaco o Phragmipedium Sedenii, também conhecido como sapatinho de princesa. Embora esta orquídea não tenha uma época definida para florescer, trata-se de um caso típico de planta que apresenta uma floração sequencial. A haste floral vai emitindo novos botões, de forma sequencial. Quando uma flor cai, o próximo botão já está prestes a desabrochar. Desta forma, apesar de cada flor apresentar uma duração relativamente curta, a orquídea fica florida por alguns meses, graças à floração sequencial.

Considerações finais


Resumindo, há formas de se contornar a máxima de que uma orquídea somente floresce uma vez por ano. As exceções ficam por conta das orquídeas híbridas, que herdam as épocas de floração dos ancestrais, de modo que adquirem a capacidade de florescer várias vezes ao ano. Além disso, comprar uma orquídea florida por mês, ao longo de um ano, ajuda a diversificar a coleção e garante que os anos seguintes sejam repletos de flores, todos os meses.