Guia completo para cuidar de plantas dentro de casas e apartamentos

Sergio Oyama Junior

Orquídea Olhos de Boneca


Orquídea Dendrobium híbrida
Dendrobium híbrido

As orquídeas do gênero Dendrobium apresentam flores com uma enorme diversidade de formas e cores. Originárias do sudeste asiático e Oceania, as numerosas espécies de Dendrobium, que podem chegar a mais de mil, dependendo de quem as classifica, são conhecidas por seu curioso aspecto vegetativo. Em muitas espécies, seus pseudobulbos são famosos pelo formato, que lembra o da cana de açúcar. Já outras apresentam pseudobulbos pendentes. No artigo de hoje, falaremos sobre a famosa orquídea olhos de boneca, apelido popular dado a diversos híbridos do gênero Dendrobium.

A orquídea olhos de boneca, muitas vezes chamada de orquídea olho de boneca, no singular, recebeu esta alcunha em razão da aparência de suas flores, que apresentam um centro circular mais escuro, envolto por uma área mais clara, geralmente branca. Vistas de longe, estas duas áreas contrastantes lembram, de fato, olhos. Tecnicamente falando, a região mais clara corresponde ao labelo da orquídea, que é uma pétala modificada, geralmente mais exuberante, cuja função é a de chamar a atenção dos polinizadores da flor. A área mais escura concentra-se no interior do labelo, na garganta, que envolve a coluna, estrutura que concentra os órgãos reprodutores da orquídea.


Ao redor dos olhos de boneca, estas orquídeas Dendrobium podem apresentar uma infinidade de cores em suas pétalas e sépalas. Devido à sua natureza híbrida, novas colorações e padronagens estão constantemente sendo produzidas pelos especialistas. Geralmente, são cores em tons pastel, que vão do creme ao rosado, passando por diferentes tons de amarelo e laranja. Mas há exemplares com flores em um púrpura intenso, também. Ao contrário da orquídea Denphal, sua parente próxima, a orquídea olhos de boneca não apresenta flores verdes. A coloração vermelha também não ocorre neste tipo de Dendrobium.

Assim como ocorre com as orquídeas chamadas de chuva de ouro, pertencentes ao gênero Oncidium, é importante salientar que o termo olhos de boneca é impreciso. Trata-se de um nome popular, um apelido que pode ser aplicado a uma grande variedade de espécies e híbridos. Existem, por exemplo, variedades como o Dendrobium Stardust e Dendrobium Rainbow Dance, cujas flores lembram o aspecto das famosas orquídeas olhos de boneca. No entanto, é mais comum que sejam chamadas por seus nomes de registro. De mogo geral, as orquídeas conhecidas como olhos de boneca são híbridos descendentes do Dendrobium nobile.

Como epífitas que são, estas orquídeas olhos de boneca são preferencialmente cultivadas em troncos de árvores. Em muitas cidades, é comum encontrarmos estas orquídeas em árvores nas calçadas e condomínios. Convém lembrar, no entanto, que trata-se de uma planta exótica, de origem asiática. Sob estas condições, formam imensas touceiras, proporcionando um espetáculo quando a floração chega, geralmente no final do inverno, início da primavera.


Quando o cultivo se dá em vasos, no ambiente doméstico, alguns cuidados devem ser tomados. Devido à sua natureza epífita, as raízes não gostam de ficar úmidas ou encharcadas por muito tempo. O substrato precisa ser bem drenado, de modo que seque rapidamente. Por esta razão, muitos cultivadores dão preferência ao vaso de barro, cujo material é mais poroso e permite uma maior aeração das raízes. Existem vasos específicos para o cultivo de orquídeas, que são mais baixos e largos, com furos nas laterais.

Por questões de economia e praticidade, muitos acabam optando pelo vaso de plástico, que é mais leve. No entanto, este material retém a umidade por um período mais prolongado. Nestes casos, a rega deve ser mais espaçada. Independentemente da periodicidade, as regas das orquídeas devem ser efetuadas quando o substrato dentro dos vasos estiver completamente seco.

Existe uma grande variedade de materiais utilizados como substratos no plantio de orquídeas. No caso das epífitas, como a orquídea olhos de boneca, o mais recomendável é que se compre misturas próprias, já prontas, que costumam ter em sua composição casca de pinus, carvão vegetal e fibra de coco. Alternativamente, há quem utilize brita ou carvão vegetal puros como substrato. Também tem sido muito utilizada a casca de macadâmia. O importante é escolher um material que se adapte ao clima local e ao estilo de regas de cada cultivador.


A orquídea olhos de boneca não costuma gostar de replantes frequentes. Geralmente, sente bastante após uma troca de vaso ou substrato, podendo passar o ano subsequente sem florescer. Esta ausência de floração também costuma acontecer após uma divisão da touceira. Para que a orquídea sinta o menos possível, é importante que ao menos três pseudobulbos sejam deixados em cada parte separada, durante este processo.

Assim como muitas orquídeas deste gênero, os híbridos de Dendrobium do tipo nobile necessitam de uma queda de temperatura, durante o outono/inverno, para que possam florescer na primavera. Neste período mais frio, é necessário reduzir drasticamente as regas da orquídea olhos de boneca. A adubação também pode ser interrompida. Trata-se do famoso stress hídrico, procedimento que visa induzir uma floração mais abundante na estação subsequente. O fornecimento de água e a adubação podem ser retomados quando os primeiros sinais de botões florais surgirem.

Caso este stress hídrico não seja aplicado, e a orquídea olhos de boneca seja regada normalmente, durante o outono e inverno, o mais comum é que ela não floresça. No lugar dos botões florais, costumam surgir keikis, a partir dos mesmos locais, que são novos brotos. Neste caso, depois que eles estiverem bem desenvolvidos, com um bom número de raízes, poderão ser destacados e plantados separadamente, gerando novas orquídeas.


É comum que os pseudobulbos em forma de cana desta orquídea olhos de boneca percam todas as suas folhas após estarem completamente maduros. Durante esta senescência, pode haver ataque de alguns fungos, mas este não é um fator preocupante. É natural que as folhas fiquem manchadas, amarelem, sequem e caiam. Muitos acreditam que sua orquídea está doente, mas não há motivo para pânico. É justamente a partir das canas sem folhas que os botões florais surgirão.

Embora bastante comuns e populares, estas orquídeas olhos de boneca são um sopro de vida e cor para qualquer coleção. A generosidade de suas florações parece anunciar o fim do inverno e a chegada da estação preferida dos que amam flores. Como são frequentemente usadas para presentear, não é raro que tenhamos uma coleção de olhos de boneca, nas mais diferentes cores.