Oncidium ornithorhynchum - Perfume misterioso


Orquídea Oncidium ornithorhynchum
Oncidium ornithorhynchum

Existem orquídeas cujos perfumes agradáveis tornam-se unanimidade, como é o caso da Cattleya labiata. Ela foi utilizada como inspiração para o Chanel nº 5. Certos Bulbophyllum, por outro lado, exalam cheiros propositadamente horripilantes, como de carne em decomposição. Mas o fazem para atrair determinados insetos polinizadores.

Dentre as orquídeas do gênero Oncidium, nem todas são perfumadas. Um dos híbridos mais famosos, o Oncidium Aloha Iwanaga, por exemplo, produz flores inodoras. Mas existem casos emblemáticos, como o do Oncidium pumilum, atualmente classificado como Lophiaris pumila, que exala um forte e adocicado aroma que lembra o mel.

No entanto, esta orquídea da foto, o Oncidium ornithorhynchum, cujo nome foi recentemente alterado para sotoanum, tem um perfume polêmico. Eu comprei uma muda porque ouvi dizer que possuía um aroma muito bom, que lembrava talco para bebê. Li isso em um fórum americano sobre orquídeas. Meses depois, quando finalmente floresceu, fui cheirá-lo e quase caí de costas. Senti um cheiro forte e enjoativo de ovo! Tão persistente que não pude mantê-lo dentro de casa.

Inconformado, fiz uma pesquisa sobre a descrição do aroma deste Oncidium na literatura. Encontrei de tudo: baunilha, lavanda, água sanitária, talco... Como pode uma mesma flor desencadear sensações olfativas tão distintas? Eu já estava convencido de que meu nariz estava estragado quando, felizmente, encontrei pessoas que percebiam este odor de ovo. O que não esclarece o mistério de outros sentirem cheiros tão diferentes.

Mais interessante ainda, este Oncidium encontra-se na genealogia de orquídeas famosas por seu aroma agradável e adocicado, como a orquídea chocolate, cujo nome científico é Oncidium Sharry Baby, além do Oncidim Twinkle. Durma-se com um barulho desses.