Orquídea Vanilla, a mãe da baunilha


Livro Vanilla Orchids, de Ken Cameron
Livro Vanilla Orchids, de Ken Cameron

Ainda é comum que a muitos passe despercebido o fato de que a especiaria baunilha, há séculos utilizada na gastronomia mundial, é na verdade produzida por orquídeas do gênero Vanilla. Recentemente, tive o prazer de ser presenteado com um belíssimo livro sobre esta planta, intitulado Vanilla Orchids - Natural History and Cultivation, escrito por Ken Cameron, renomado botânico da Universidade de Wisconsin-Madison, que comanda um grupo de pesquisa com foco na família Orchidaceae. O livro é da editora Timber Press, especializada em títulos voltados às áreas de botânica, história natural, jardinagem e paisagismo.

Recebi este presente especial do casal de pesquisadores Magali Rodrigues e Marcelo Porto Bemquerer, da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), divisão de Recursos Genéticos e Biotecnologia, em Brasília, DF. Fizemos o doutorado na mesma época, ainda no milênio passado, no Instituto de Química da Universidade de São Paulo. Apesar de hoje morarem em Brasília, estes amigos de longa data sempre encontram um tempo para me visitar, quando vêm a São Paulo. O livro Orquídeas de Roraima, publicado pela Embrapa, também foi presente deles. Marcelo é um apaixonado por livros e possui uma biblioteca de respeito que, a esta altura, deve estar alcançando a de Alexandria, em seu apogeu.

A origem da orquídea Vanilla e suas várias espécies é controversa. No entanto, acredita-se que esta planta tenha sido domesticada no México, tendo sido bastante popular no auge do Império Asteca. Atualmente, a maior parte da produção comercial desta orquídea ocorre na ilha de Madagascar, embora também possa ser encontrada nas ilhas do Pacífico, bem como nas Américas Central e do Sul. Os colonizadores espanhóis foram os responsáveis por levar a baunilha à Europa, de onde espalhou-se por todo o mundo como uma das mais caras especiarias, ao lado do açafrão. Tudo isso é contado em detalhes fascinantes no livro, vale a pena conhecer a história desta orquídea, bem como seus significados, detalhes botânicos de suas estruturas, cultivo, polinização e uso comercial. Como não poderia deixar de ser, a obra é ricamente ilustrada com fotos das diversas espécies de Vanilla, de seus parentes próximos, bem como de detalhes históricos e de plantio e extração da baunilha.

Aos doutores Marcelo e Magali, deixo meu muito obrigado pela visita e pelo belíssimo presente. Adorei o livro e o recomendo fortemente aos leitores do blog.