Guia Completo para Cuidar de Plantas dentro de Casas e Apartamentos

Início

Sergio Oyama Junior


Orquídeas no Apê
Orquídeas no Apê

Top 10 Flores de Sombra


Oxalis triangularis
| Oxalis triangularis |

Infelizmente, são raros os casos de plantas capazes de florescer em ambientes mais sombreados, dentro de casas e apartamentos. No entanto, para alegria dos adeptos das urban jungles, florestas urbanas, existem algumas honrosas exceções a esta regra. Neste artigo, vamos listar nossas flores de sombra preferidas. Ainda que não sejam grandes, vistosas ou exuberantes, são elementos delicados, capazes de trazer alegria aos interiores mais sombrios.

As flores de sombra são raras porque o processo para produzir estas estruturas botânicas requer bastante energia, por parte da planta. A luminosidade é o fator essencial para que esta demanda seja suprida, através da fotossíntese. Sendo assim, plantas de sombra, via de regra, têm mais dificuldade para florescer em ambientes internos, uma vez que são cultivadas sob níveis subótimos de energia luminosa.


Isto posto, começamos nossa seleção de flores de sombra com um exemplo pouco convencional, em termos de plantas de sombra ornamentais. Trata-se do popular trevo roxo, cujo nome científico é Oxalis triangularis atropurpurea. Embora seja considerada uma espécie comum, entre os brasileiros, existem hordas de adeptos do trevo roxo, principalmente em países do hemisfério norte.

A razão para esta popularidade é que, mesmo sem flores, o Oxalis triangularis é bastante ornamental, graças às suas folhas que se assemelham a pequenas borboletas esvoaçantes, abrindo-se e fechando-se ao ritmo circadiano. Na foto de abertura deste artigo, apresentamos sua delicada flor de sombra, em um tom bem discreto de lilás, composta por cinco pétalas, em forma de trombeta.

Outro exemplo insuspeito, dentre as nossas flores de sombra, é o da Mimosa pudica, cujo nome popular é dormideira ou sensitiva.

Mimosa pudica
Mimosa pudica

Esta é outra planta de sombra pouco conhecida por seus atributos ornamentais. Surpreendentemente, ela é capaz de se desenvolver muito bem, em ambientes internos, além de florescer com bastante frequência, mesmo quando cultivada em locais mais sombreados. Infelizmente, suas delicadas flores em forma de pompons rosados apresentam uma curta duração.


Passando para exemplos mais típicos de flores de sombra, temos o onipresente lírio da paz, Spathiphyllum wallisii. Pertencente à família botânica Araceae, esta espécie é mundialmente conhecida por se adaptar bem às condições climáticas dos ambientes internos, sendo capaz de produzir belíssimas florações ao longo de todo o ano, em casas e apartamentos.

Spathiphyllum wallisii
Spathiphyllum wallisii

Também pertencente à mesma família botânica, outra flor de sombra por excelência é o antúrio, Anthurium andraeanum. Seu grande atrativo é a incrível variedade de cores que suas brácteas podem assumir. Vale ressaltar que as estruturas que frequentemente confundimos com flores são, na realidade, folhas modificadas, denominadas brácteas. A inflorescência apresenta-se sob a forma de espiga, a espádice, no centro do conjunto.

Anthurium andraeanum
Anthurium andraeanum

Esta é uma flor de sombra que pode ser encontrada nas colorações branca, rosada, coral, vermelha, chocolate e quase negra. Também existem versões miniaturizadas, ideais para o cultivo dentro de casas e apartamentos, adequando-se bem a espaços menores.


Evidentemente, na nossa lista de flores de sombra, não poderíamos deixar de fora a clássica e icônica violeta africana, Saintpaulia ionantha, querida de nossas mães e avós. Ainda que tenha perdido o espaço para outras flores da moda, esta é uma planta perfeita para o cultivo em ambientes mais sombreados, florescendo generosamente ao longo de todo o ano.

Saintpaulia ionantha
Saintpaulia ionantha

Esta típica flor de sombra pode apresentar pétalas simples ou dobradas, nas mais diferentes cores e estampas, havendo ainda variedades em miniatura. Com tantas opções, fica difícil resistir à tentação de colecionar estas diversificadas plantas de sombra.

Parente da violeta, e menos conhecida, temos a planta tapete, Episcia cupreata, que também produz belíssimas flores de sombra. Seu grande diferencial está na folhagem, que apresenta variegações mesclando nuances de prateado com tons bem fechados de verde, cinza e marrom.

Episcia cupreata
Episcia cupreata

Ainda que suas florações sejam mais discretas, elas fazem uma belíssima composição com a folhagem exótica. Estas flores de sombra avermelhadas, em forma de trombeta, costumam surgir durante os meses mais quentes do ano, na primavera e verão.


Mais discretas ainda, e no entanto, incrivelmente belas e delicadas, temos as flores de sombra produzidas pela espécie Gibasis pellucida, popularmente conhecida como véu de noiva. Trata-se de uma típica folhagem pendente, ideal para o cultivo em ambientes mais sombreados, dentro de casas e apartamentos.

Gibasis pellucida
Gibasis pellucida

Continuando com nossa seleção de flores de sombra, agora citando exemplos menos óbvios, temos aquelas produzidas por diferentes espécies do gênero Tradescantia, todas muito parecidas, entre si. Um exemplo desta categoria é a trapoeraba roxa, cujo nome científico é Tradescantia pallida purpurea.

Tradescantia pallida purpurea
Tradescantia pallida purpurea

Ainda que esta planta seja bastante comum, podendo ser encontrada em toda parte, suas flores de sombra são bastante delicadas e surgem em profusão, ao longo de todo o ano. Para que isso aconteça, a planta deve ser cultivada em um local com boa luminosidade indireta. Esta é uma espécie que também vai bem sob sol pleno.


Pertencente ao mesmo gênero, com uma floração semelhante, temos a Tradescantia sillamontana, que é considerada uma espécie suculenta. Esta é outra planta que se desenvolve bem sob sol pleno, mas pode ser cultivada em ambientes internos, inclusive florescendo sob estas condições.

Tradescantia sillamontana
Tradescantia sillamontana

Por fim, não poderíamos mencionar flores de sombra sem citarmos as orquídeas. Para uma lista completa da nossa seleção de orquídeas de sombra favoritas, basta acessar o link correspondente.

Para este artigo, em particular, destacamos a Ludisia discolor, também conhecida como orquídea joia ou orquídea pipoca. Trata-se de uma orquídea terrestre que pode ser cultivada dentro de casas e apartamentos. Mesmo quando não está florida, esta planta de sombra é bastante ornamental, graças à sua folhagem ricamente desenhada, de textura aveludada.

Ludisia discolor
Ludisia discolor

Por fim, vale salientar que, quando falamos em flores de sombra, não estamos nos referindo a plantas que florescem em ausência de luz. Em jardinagem, o termo sombra refere-se a uma condição de luminosidade difusa, indireta, sem sol direto. Já os ambientes de meia sombra recebem algumas horas de sol pleno, no início da manhã ou final da tarde.

Com nossas vidas cada vez mais confinadas aos interiores de casas e apartamentos, torna-se fundamental trazer um pouco do frescor da natureza para estes ambientes internos, geralmente mais sombreados. Para complementar esta seleção de flores de sombra, temos nossas listas de orquídeas de sombra e suculentas de sombra.

Publicado em: | Última atualização:





Bacharel em biologia pela Unicamp, com mestrado e doutorado em bioquímica pela Usp, escreve sobre o cultivo de orquídeas, suculentas, cactos e outras plantas dentro de casas e apartamentos.

São Paulo, SP, Brasil