Tradescantia sillamontana


Suculenta Tradescantia sillamontana
Tradescantia sillamontana

O gênero Tradescantia é mais frequentemente associado a plantas utilizadas no paisagismo como folhagens ornamentais e forrações. É o caso da Tradescantia zebrina, o popular lambari, da Tradescantia pallida purpurea, a trapoeraba roxa, e da Tradescantia spathacea, o famoso abacaxi roxo, entre outras belíssimas espécies. São conhecidas por sua resistência e facilidade de cultivo. Adoro estas plantas e pretendo fazer uma coleção de Tradescantia.

No entanto, há neste seleto grupo uma planta com uma característica única, totalmente diferente das demais, a Tradescantia sillamontana. Provavelmente menos conhecida, esta é uma espécie suculenta, que apresenta o curioso diferencial de ter sua superfície, folhas e caules, recoberta por pelos que lembram teias de aranha. Por esta razão, é conhecida no exterior como cobweb spiderwort. Aqui no Brasil, há quem a chame de suculenta teia de aranha. Outros nomes populares para esta espécie são veludo branco e Tradescantia lanosa.

A Tradescantia sillamontana é endêmica do estado de Nuevo León, no México. Isto significa que ela não é encontrada naturalmente em nenhum outro lugar do mundo. Por ter sido descoberta em uma montanha chamada Cerro della Silla, a espécie recebeu o nome científico sillamontana. Evidentemente, sua aparência exótica e diferenciada incentivou sua utilização como planta ornamental, no cultivo doméstico, sendo hoje difundida em coleções por todo o globo.


Suculenta Tradescantia sillamontana
Tradescantia sillamontana

A densa penugem não é um mero enfeite. Estas estruturas que recobrem a planta ajudam a protegê-la da incidência intensa dos raios solares, bem como a reduzir a perda de água por evaporação. Lembrando que a Tradescantia sillamontana, ao contrário de suas parentes, é uma suculenta, adaptada à vida em ambientes áridos.

Por esta razão, apesar de ser uma planta de fácil cultivo, deve ser regada com cautela, evitando-se excessos. Apesar de apreciar bastante luminosidade, é sempre bom evitar o sol direto, nas horas mais quentes do dia. O substrato, como sempre, precisa ser bem drenável, preferencialmente arenoso.

A floração da Tradescantia sillamontana ocorre durante o verão. Neste aspecto, as flores são bem similares às encontradas nas outras espécies do gênero. São solitárias, em um belo tom magenta, portando três pétalas. A planta propaga-se facilmente através de estacas ou divisão de touceira.

Para quem aprecia plantas suculentas e felpudas, de fácil cultivo, e dispõe de um local bem iluminado, esta é uma interessante indicação. Em breve, trarei outras espécies de Tradescantia aqui para o blog.