Guia completo para cuidar de plantas dentro de casas e apartamentos

Sergio Oyama Junior

Cacto Dedo de Dama - Mammillaria elongata


Cacto Mammillaria elongata
Mammillaria elongata

Quem olha de longe, e avista um pequeno aglomerado de estruturas cilíndricas e peludas, não tem a exata noção da beleza, delicadeza e riqueza de detalhes que a Mammillaria elongata apresenta. Popularmente conhecida como cacto dedo de dama, esta cactácea faz sucesso entre os colecionadores, por seu aspecto exótico e ornamental. Ao longo deste artigo, apresentamos mais informações sobre este interessante cacto em forma de dedo, com importantes dicas para seu cultivo bem-sucedido.



É importante não confundirmos o cacto dedo de dama com outra espécie do mesmo gênero, Mammillaria gracilis, cujo apelido mais conhecido é cacto dedal. Frequentemente, encontramos estes dois cactos sendo designados com as nomenclaturas trocadas. Em comum, ambos apresentam a característica morfologia cilíndrica, em forma de dedos, que parecem recobertos por uma delicada renda adornada por espinhos pouco agressivos. No caso do cacto dedal, esta renda é toda branca. Já o cacto dedo de dama possui uma aparência enferrujada, graças à coloração laranja avermelhada de seus espinhos.

O gênero botânico Mammillaria é um dos maiores pertencentes à família Cactaceae. São aproximadamente 200 espécies, que se distribuem em várias regiões do continente americano, havendo uma grande predominância de exemplares nativos do México. A primeira espécie do gênero foi descoberta ainda no século XVIII, por Carl Linnaeus, que, em 1753, a nomeou como Cactus mammillaris.

No exterior, o cacto dedo de dama é conhecido como gold lace cactus ou ladyfinger cactus. Existem diferentes cultivares, com colorações variadas, umas mais claras, esbranquiçadas, outras douradas ou avermelhadas. Os espinhos são inofensivos, de modo que a Mammillaria elongata é ideal para ser cultivada por quem tem crianças ou animais de estimação em casa. No entanto, é sempre bom dar uma conferida antes, já que existem diferentes variedades de cacto dedo de dama, algumas podendo apresentar espinhos mais firmes.


Dentre todas as variedades do cacto dedo de dama, no entanto, a que faz mais sucesso junto aos colecionadores é a sua forma cristata. Devido a uma anomalia na sua maneira de crescimento, a Mammillaria elongata cristata assume um curioso aspecto com curvas sinuosas, em alto relevo, que lhe conferem o apelido de cacto cérebro, brain cactus. Trata-se de uma forma mais rara do cacto dedo de dama, cuja variedade tipo é bastante comumente encontrada nas coleções.

Portanto, na hora de adquirir um cacto cérebro, é importante ter em mente que não se trata de uma espécie exótica de cactácea. Trata-se apenas de uma forma mutante da espécie Mammillaria elongata. É o mesmo caso da Opuntia subulata e Opuntia monacantha, que podem apresentar formas mutantes, denominadas monstruosas. O popular cacto castelo de fada também é um cultivar monstruoso da espécie Acanthocereus tetragonus.

Cuidar do cacto dedo de dama é relativamente simples. Todos os cuidados relativos ao cultivo de suculentas, de um modo geral, aplicam-se à espécie Mammillaria elongata. Embora esta cactácea aprecie o sol pleno, ela também pode ser cultivada em interiores, desde que em locais que recebam bastante luminosidade. Janelas face norte são ideais para o cultivo do cacto dedo de dama, já que são mais ensolaradas. Além disso, varandas e jardineiras externas podem ser excelentes locais para manter a Mammillaria elongata. Uma boa luminosidade é um dos fatores essenciais para induzir a floração do cacto dedo de dama.


O vaso para o cultivo do cacto dedo de dama deve ter um eficiente sistema de drenagem. Ele pode ser obtido com uma camada de cacos de telha, pedrisco ou argila expandida, no fundo. Uma manta geotêxtil pode ser posicionada sobre este material, de modo a evitar que o solo se perca durante as regas. Alternativamente, pode-se utilizar filtros de café, para esta finalidade. O importante é que o vaso não seja colocado dentro de cachepots decorativos sem furos, nem sobre pratinhos, que tendem a acumular a água das regas. O excesso de umidade é a forma mais rápida de se matar um cacto dedo de dama.

Para evitarmos o encharcamento do solo, devemos cultivar o cacto dedo de dama em um substrato arenoso, bem aerado e drenável. De modo geral, solos arenosos e pobres em matéria orgânica são ideais para a manutenção da Mammillaria elongata. Existem substratos próprios para o cultivo de cactos e suculentas, à venda em casas especializadas. Alternativamente, podemos misturar terra vegetal preparada, quem também é vendida pronta, com areia grossa, em partes iguais.

A Mammillaria elongata somente deve ser regada quando o solo estiver completamente seco. Durante o inverno, a frequência das regas deve ser drasticamente diminuída. Este procedimento não apenas evita o encharcamento do substrato como também ajuda a induzir a floração, que costuma surgir na estação seguinte, durante os meses da primavera.

As flores do cacto dedo de dama são relativamente discretas, apresentando tonalidades entre o branco e o amarelo. Ainda assim, são muito mais bonitas e delicadas do que aquelas florzinhas secas que os vendedores costumam espetar em diversas cactáceas, comumente encontradas no mercado. Além de serem falsas, estas florações costumam machucar o cacto, por causarem perfurações no tecido vegetal, que pode sofrer o ataque de fungos ou bactérias.


A multiplicação do cacto dedo de dama é bastante tranquila, uma vez que a planta está constantemente emitindo novos brotos, formando delicados clusters com várias estruturas em forma de dedo. Cada segmento pode ser destacado da planta mãe e plantado separadamente. É importante esperar algumas horas ou dias, até que o corte seja cicatrizado, antes de colocá-lo na terra, em outro vaso. Pode-se salpicar canela em pó nas áreas cortadas, já que esta substância apresenta propriedades antifúngicas e bactericidas.

A Mammillaria elongata não necessita de uma adubação muito elaborada, uma vez que está habituada a solos pobres em nutrientes. Qualquer formulação de manutenção, do tipo NPK, é mais do que suficiente para a manutenção deste cacto dedo de dama. Caso a intenção seja fazê-lo florescer, podemos recorrer a uma formulação mais rica em fósforo, que vista estimular a floração.

Compacto, resistente e de fácil cultivo, o cacto dedo de dama é ideal para quem tem pouco tempo para cuidar de suas plantas. Ele apenas requer um canto bem iluminado, com regas bem espaçadas. Com suas diferentes variedades, que incluem o famoso cacto cérebro, a Mammillaria elongata é uma presença obrigatória na coleção de todo apreciador de cactos e suculentas.