Sophronitis wittigiana - Floração 2014


MIni-orquídea Sophronitis wittigiana
Sophronitis wittigiana

Esta belíssima orquídea de colorido único, Sophronitis wittigiana, possui a conveniente característica de apresentar um porte pequeno quanto à parte vegetativa e flores comparativamente grandes. A cor das pétalas e sépalas, em um tom de rosa velho, charmosíssimo, é a marca registrada desta espécie.

A mini-orquídea Sophronitis wittigiana é tipicamente brasileira. Planta que habita regiões de altitudes elevadas, localizadas no estado do Espírito Santo, aprecia climas mais amenos. Como a maioria das Sophronitis, não se dá bem com o calor.

Confesso que tenho paixão pelas pequenas orquídeas do gênero Sophronitis. Contudo, percebo que o sentimento não é recíproco. Venho observando, não é de hoje, que elas não vão muito com a minha cara. Apesar deste pequeno detalhe, continuo insistindo. Estou sempre comprando um novo exemplar, a despeito da enorme dificuldade em cultivar estas plantas geniosas.

A Sophronitis wittigiana do artigo de hoje não foge à regra. Cultivo esta orquídea há vários anos, sem nunca ter visto uma floração sequer. Apesar disto, dou-me por satisfeito, já que ao menos ela continua viva. Além disso, todos os anos vem emitindo uma nova leva de pseudobulbos. Mas nada de flores.

Até que, no outono deste ano, surgiu um solitário botão floral. Desconfiado que ela pudesse me aprontar uma presepada, abortando o botão em seguida, não fiquei muito animado. Somente respirei aliviado quando a flor desabrochou completamente, esplendorosa. Neste momento, arrependi-me de não ter fotografado os estágios anteriores desta tão aguardada floração.

A cor é unique. Diferentemente da Sophronitis coccinea que é vermelha por excelência, ou da Sophronitis cernua, que costuma ser alaranjada, esta mini-orquídea de flor vistosa veste pétalas e sépalas em um tom especial de rosa. A armação da flor é imponente, elegante. Sabe-se que as orquídeas costumam produzir flores com melhor forma à medida que amadurecem. Neste caso, já fiquei bastante satisfeito com a primeira flor. Mal posso esperar para saber como ela virá no ano que vem.