Orquídea Dendrobium purpureum 2015


Orquídea Dendrobium purpureum album
Dendrobium purpureum album

Após muita demora e suspense, finalmente trago para vocês a floração completa desta curiosa orquídea asiática, o Dendrobium purpureum album. Vocês podem relembrar as etapas anteriores neste primeiro artigo, sobre o surgimento dos botões florais, nesta postagem com uma etapa intermediária e na última matéria, com os momentos finais que antecederam o desabrochar.

A orquídea Dendrobium purpureum é nativa das Ilhas Fiji, Moluccas, Sulawesi e Nova Guiné. Seu habitat é caracterizado por úmidas florestas localizadas tanto em regiões costeiras como montanhas. Foi descrita pela primeira vez por William Roxburgh, em 1832. A frenética e controversa mudança de nomenclatura que ocorre a todo momento na família das orquídeas faz com que este Dendrobium também atenda pelo nome Pedilonum purpureum.

Trata-se de uma orquídea bastante resistente, que pode florescer em qualquer época do ano. Aqui no apartamento, em São Paulo, o Dendrobium purpureum costuma florescer durante os primeiros 5 meses do ano, entre janeiro e maio, na transição entre verão e outono. Embora o cultivo da parte vegetativa seja fácil, fazê-lo florescer costuma ser um desafio. Esta é uma orquídea que aprecia bastante umidade durante a fase de crescimento, necessitando de uma pequena redução nas regas durante o inverno.


Orquídea Dendrobium purpureum album
Dendrobium purpureum album

Devo ter tirado mais de uma centena de fotos desta pobre orquídea. Praticamente todos os dias eu a fotografava, já que as mudanças eram nítidas em curtos intervalos de tempo. À medida que as flores desabrochavam, contudo, tornava-se cada vez mais difícil capturar as imagens. 

Isto porque são centenas de minúsculas flores, formando uma inflorescência tridimensional complexa. Teoricamente, o Dendrobium purpureum poderia ser considerado uma micro-orquídea. Mas seu tamanho avantajado e o aspecto encorpado das inflorescências remetem à noção de uma orquídea de grande porte.

Quanto mais as flores se abriam, mais difícil ficava manter tudo em foco. Confesso que fotografei como uma pessoa com deficiência visual, fui clicando e depois selecionei o que ficou razoavelmente nítido. Aos poucos, vou mostrando outros takes interessantes da floração desta orquídea exótica.


Orquídea Dendrobium purpureum album
Dendrobium purpureum album

Neste ano, não sei por qual motivo, este Dendrobium foi generosíssimo. Floresceu alucinadamente, em vários pseudobulbos. Isso após uma greve de alguns anos, período em que não vi sinal de flores nesta orquídea. Como nunca fico satisfeito, estou no momento à procura da forma tipo deste Dendrobium purpureum que, fazendo jus ao nome da espécie, exibe as flores originalmente em um tom magenta. Nunca vi uma orquídea assim, no Brasil, mas imagino que seja um espetáculo ter uma versão púrpura destes simpáticos pompons brancos. Volto em breve com mais fotos deles!



22 comentários:

  1. MARAVILHOSA!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jeanete, que bom que gostou! Muito obrigado pela visita!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. maria rita cabral15 de maio de 2015 04:29

    seriam os dois anos de maior seca nossa? stress hídrico natural?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria Rita! Eu acho que a seca contribuiu, sim! Embora as orquídeas fiquem na sacada, cobertas, eu acabei fazendo um stress hídrico forçado, por causa da escassez de água. Muito obrigado pela visita e pelo comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
  3. Que beleza de floração. Será que no meu sítio irá bem a uma altitude de mais de 1000 metros? Tenho uma muda que comprei e ainda não floriu. Mas parabéns pela postagem. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sussumu, tudo bem? Eu acho que ele vai bem, sim. Esta espécie ocorre tanto ao nível do mar como em localidades mais elevadas. Eu acho difícil fazê-la florescer, esta foi por acaso. Muito obrigado pelo apoio, que bom que gostou!

      Um grande abraço!

      Excluir
  4. Alucinada estou eu ao imaginá-la púrpura, pelo amor de Deus, se conseguir me mostre. Eu fico impressionada como a paciência e os bons tratos que você dispensa a elas. Por isso é que são tão generosas, meu amigo. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana Lucia! Imagine, bondade sua! Mostro, sim, tomara que eu encontre esta variedade púrpura. Muito obrigado pelo carinho do seu comentário!

      Um grande beijo e até mais!

      Excluir
  5. elma sirlene do nascimento15 de maio de 2015 04:30

    Sergio como somos amigos novos vc mora em apartamento e cultiva orquideas impressionada ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elma, tudo bem? Seja muito bem-vinda! Sim, moro e cultivo orquídeas em apartamento! Mas é apenas uma pequena sacada, nada de especial!

      Muito obrigado pela visita!

      Um grande abraço!

      Excluir
  6. Paciência e caldo de galinha… Tudo, nesta vida, tem uma recompensa. E que recompensa, esta!! Um espetáculo! Parabéns por este cultivo e pela paciência oriental! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alexia! É verdade, esta foi de fato uma bela recompensa! Se bem que não sou muito paciente, precisaria mesmo exercitá-la. Muito obrigado pelo carinho da visita e da mensagem!

      Um grande abraço!

      Excluir
  7. A beleza das flores deste Dendrobium é indiscutível! A maneira sucessiva como vc nos apresentou ele é plausível! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, Jalo? Que bom saber que gostou da sequência de postagens! Muito obrigado por acompanhar e comentar, sempre apoiando este trabalho!

      Um grande abraço!

      Excluir
  8. Querido amigo Sérgio!

    Sabe aquelas situações de ordem familiar que te afastam do teu eixo diário? por esse motivo estive afastada alguns dias. Mas para felicidade de todos os seus fiéis seguidores, voce nos traz esse belíssimo conjunto de “pompons brancos”
    Harmoniosos e compactos, essas pequenas flores estão a nos mostrar que a “vida é bela e merece ser vivida com confiança, amor e dedicação aos que nos são caros”.

    Assim são suas fotos, retratos de pura beleza.
    Obrigada amigo, por tamanha beleza!

    Grande abraço,
    Dinda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dinda, tudo bem? Que pena, espero que esteja tudo bem com você e sua família! Muito bom tê-la de volta, adorei!

      Fico contente por saber que gostou dos pompons! Linda sua mensagem, muito obrigado pelo carinho e apoio, sempre!

      Um grande abraço!

      Excluir
  9. Olá,amigo Sérgio!
    Que surpresa encantadora visitar este teu cantinho sempre tão florido e encontrar uma floração de orquídea tão maravilhosa e exótica assim! Ainda não conhecia, e fiquei daqui simplesmente admirada por esta tão deslumbrante floração!!! E imagino também a tua emoção e alegria ao ver este espetáculo de tão belas e singulares flores,depois da espera de anos…Puramente deslumbrante!!!!
    E como a natureza adora nos surpreender, tenho certeza que estas flores foram mesmo um belo presente deste suave início de outono!
    Aproveito para te desejar tudo de bom e um outono lindo pra você!!!
    Teresa
    (“Se essa lua fosse minha”)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Teresa! Tudo bem? Pois é, foi sem dúvida uma grata surpresa! Ela já havia florescido antes, mas não com esta exuberância. Que bom saber que gostou, muito obrigado pelo carinho da sua visita e do seu comentário, sempre tão gentil!

      Um grande abraço e um excelente outono para você também!

      Excluir
  10. Oi Sérgio,
    Gostaria de saber como fazer oo meu dendrobium purpureum álbum florir. Ele está cheio de folhas, mas nada de flores... Abraços e obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Darly, que pena! Olha, o meu também demorou a dar flor. Há anos em que ele fica sem florescer. Eu sugiro colocá-lo em um local com bastante luminosidade, sem sol direto. E uma adubação mais rica em fósforo, própria para estimular a floração.

      Um grande abraço!

      Excluir
  11. Respostas
    1. Oi, Luciana! Infelizmente, ela não é perfumada! Muito obrigado pela visita!

      Um grande abraço!

      Excluir