Gomesa recurva - Orquídea supersônica


Botões da orquídea Gomesa recurva
Gomesa recurva

Sempre que percebo algo novo crescendo em uma das minhas orquídeas, começo a especular sobre o que será: raiz, broto ou haste floral? Geralmente é raiz, a menos emocionante das alternativas. 

Depois de alguns alarmes falsos, percebi que esta Gomesa recurva, recém-adquirida, estava realmente desenvolvendo uma nova haste floral. Nessas ocasiões, eu dou um profundo suspiro e preparo-me para meses de expectativa e ansiedade. O processo de elongamento da haste, desenvolvimento dos botões e abertura das flores, particularmente em orquídeas, costuma ser extremamente demorado.

No entanto, no caso desta orquídea, foi tudo muito rápido. Toda esta estrutura que vocês veem na foto cresceu em 20 dias! A velocidade foi tamanha que pude observar mudanças significativas de um dia para o outro. Portanto, depois da orquídea indestrutível, recomendo para os mais ansiosos a orquídea supersônica. Com ela, nada dos meses de agonia que uma Phalaenopsis leva para erguer sua haste floral. Volto em breve, assim que os botões abrirem!

4 comentários:

  1. Olá Sergio,
    comigo aconteceu a mesma coisa, mas com um oncidium rose sunset. Comprei já com haste floral, demorou, mas depois ficou belissimo. Passados alguns meses, apareceu uma haste mais grossa, eu achei que era folha (mandei foto para Carol)e era uma haste floral e dessa vez carregou de botões e foi tudo bem rápido (ou será que minha ansiedade vai diminuindo e estou me adaptando ao ritmo da orquidea?) No final são só alegrias.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neuza! Que bom saber de outra orquídea rápida no gatilho. Vou anotar na lista. Eu concordo com você, acho que vamos nos adaptando e aprendendo a ser mais pacientes e contemplativos. Muito obrigado pelo comentário! Um grande abraço!

      Excluir
  2. Olá, possuo uma Cattleya e gostaria de saber se após a floração posso cortar a haste floral?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fernando, tudo bem? Sim, no caso da Cattleya, você pode cortar a haste bem rente ao pseudobulbo. Ela vai florescer novamente eu um novo broto. Muito obrigado pela visita!

      Um grande abraço!

      Excluir