Orquídea Tolumnia para aquecer o inverno


Orquídea Tolumnia híbrida
Tolumnia híbrida

Há muito tempo, quando estava começando a conhecer as orquídeas, li em algum lugar que o Oncidium equitante, hoje classificado como Tolumnia, era uma planta de difícil cultivo. Fiquei com isso na cabeça e nunca adquiri uma, por medo de perdê-la.

Quando ganhei vários exemplares desta orquídea, de presente dos meus tios, logo me veio o temor de que não sobreviveriam aos meus cuidados. Pois, felizmente, estava enganado. Ou a informação que li não era acurada ou tive sorte. O fato é que esta multicolorida miniatura de orquídea prosperou e floresceu abundantemente, aqui no apartamento.

A orquídea Tolumnia que encontramos atualmente no mercado foi obtida através de cruzamentos de espécies originárias das ilhas do Caribe, ao longo dos últimos 50 anos. Por causa desta origem, esta orquídea aprecia temperaturas mais elevadas, bastante luminosidade e uma boa ventilação. São fatores que existem em abundância na varanda onde cultivo minhas orquídeas. A elevada umidade relativa do ar, que é o parâmetro ausente por aqui, busco compensar com aspersões quase que diárias, musgo sphagnum como substrato e vasos de plástico.

Com sua imensa variedade de cores e padrões, as orquídeas híbridas do gênero Tolumnia são um alento para os olhos e a alma, nestes dias frios e chuvosos de fim de inverno. Além de belas, são plantas generosas, que florescem durante o ano todo, inclusive mais de uma vez por ano. Vale a pena colecionar algumas destas figurinhas raras.