A exuberância de uma orquídea caribenha


Micro-orquídea Tolumnia híbrida
Tolumnia híbrida

Esta pequena orquídea de colorido variado e exótico já pertenceu ao gênero Oncidium. Devido ao fato de suas folhas crescerem aos pares, umas montadas sobre as outras, esta orquídea era comumente chamada de Oncidium equitante. Após uma recente reclassificação (os estudiosos de orquídeas adoram fazer isso), esta planta pertence atualmente a outro gênero, especialmente criado para ela: Tolumnia.

Orquídea originária das ilhas do Caribe, a Tolumnia vem sofrendo constantes cruzamentos com o intuito de se obter plantas mais resistentes, de fácil cultivo e extremamente floríferas. A diversidade de cores e padrões de estampas dos híbridos atuais é impressionante. Graças a este intenso trabalho de hibridização, hoje é possível cultivar estas micro-orquídeas em ambientes com pouca luz, em apartamento, no parapeito de uma janela ou na área de serviço.

Em relação às condições de cultivo, a orquídea Tolumnia aprecia locais com temperaturas mais elevadas e uma alta umidade relativa do ar. Apesar disso, não tolera ficar com as raízes úmidas por muito tempo. É necessário que estejam expostas a locais bem ventilados, de modo que o substrato seque rapidamente.

A radiante orquídea que ilustra o post de hoje me foi presenteada no Natal, pelos meus tios Hiroko e Takashi Matsumoto. Sempre tive uma grande admiração pelo colorido exótico desta orquídea, mas nunca tive coragem de cultivá-la. Com este belíssimo presente, ganhei também a oportunidade de conhecer uma nova orquídea e aprender sobre suas necessidades de cultivo. Aos meus tios, que sempre têm me apoiado nesta trajetória, deixo meu muito obrigado por tudo!