Laelia alaorii x Laelia sincorana - O retorno


Mini-orquídea Laelia alaorii x Laelia sincorana
Laelia alaorii x Laelia sincorana

Quando compro uma muda de orquídea sem flor, e a mesma floresce pela primeira vez aqui em casa, é uma grande alegria. No entanto, sempre fico com a pulga atrás da orelha, achando que este acontecimento pode ter sido obra do acaso. Além disso, já perdi várias orquídeas logo após a floração, sinal de que as coisas não iam tão bem quanto eu pensava.

No caso desta mini-orquídea da foto, um híbrido primário resultante do cruzamento entre Laelia alaorii e Laelia sincorana, tudo correu da melhor forma possível, superando minhas expectativas. Ela já havia florescido há alguns meses, pela primeira vez aqui no apartamento, ocasião em que mostrei sua bela e surpreendente flor.

Logo após o final desta floração inédita, a orquídea imediatamente começou a desenvolver um novo pseudobulbo. Acreditei que veria flores novamente no ano que vem. Para minha surpresa, eis que este novo broto, mal começou a se desenvolver, já apresentou aquela aparência gordinha que tanto adoramos. Estava com mais um botão floral a caminho!

Esta generosidade floral é característica da Laelia alaorii, um dos pais desta orquídea híbrida. Ela costuma florescer várias vezes ao ano, em cada novo pseudobulbo que desenvolve. O cruzamento com a Laelia sincorana acabou resultando em uma mini-orquídea compacta, de fácil cultivo e portadora de belas e delicadas flores, geralmente solitárias.