Guia Completo para Cuidar de Plantas dentro de Casas e Apartamentos

Início

Sergio Oyama Junior


 170.000 A 200.000 PÁGINAS VISUALIZADAS MENSALMENTE 



Orquídeas no Apê
EM ALTA
Orquídeas Amarelas   Suculenta Calandiva

Cacto Rabo de Macaco   Monstera adansonii

Filodendro Brasil - Philodendron hederaceum


Philodendron hederaceum
Philodendron hederaceum |

As plantas de interior que são capazes de se desenvolver sob a forma de trepadeiras ou em vasos suspensos, com as folhagens pendentes, costumam fazer bastante sucesso no paisagismo de ambientes internos, sejam eles em casas ou apartamentos. Dentre as diversas opções disponíveis no mercado, o filodendro Brasil destaca-se pela vivacidade de suas folhas brilhantes, que parecem homenagear a bandeira brasileira. A espécie botânica Philodendron hederaceum é conhecida por apresentar cascatas de folhas nas cores verde e amarela, durante os estágios iniciais de seu desenvolvimento.

Embora seja cultivado e comercializado com fins ornamentais há bastante tempo, o filodendro Brasil ganhou uma notoriedade extra recentemente, com a explosão dos perfis no Instagram dedicados às houseplants, plantas de interior. Existe, atualmente, uma febre de transformar todos os ambientes da casa em pequenas florestas urbanas, as urban jungles tão em voga entre os millennials.


Este movimento acabou trazendo o filodendro Brasil ao centro das atenções, principalmente entre os cultivadores de outros países, majoritariamente localizados no hemisfério norte. Lá, o Philodendron hederaceum é amplamente conhecido como Philodendron Brazil. No entanto, é cada vez maior o número de estrangeiros conscientes que adotam a grafia original, Philodendron Brasil, que mistura latim e português.

O filodendro Brasil pertence à grande família botânica Araceae, repleta de gêneros e espécies de interesse ornamental, cultivados principalmente em ambientes internos, mais sombreados. É o caso da clássica jiboia, Epipremnum aureum, a fashionista costela de Adão, Monstera deliciosa, e as exóticas Alocasias, dentre muitos outros exemplos.

Neste contexto, é comum que as pessoas confundam o filodendro Brasil com outras plantas pendentes, como a jiboia e a peperômia filodendro. A diferença mais óbvia é que são plantas pertencentes a gêneros e famílias diferentes. O filodendro Brasil é um Philodendron verdadeiro, ao passo que a jiboia faz parte do gênero Epipremnum. Ambas são espécies de aráceas. Já a peperômia filodendro é uma representante do gênero Peperomia, pertencente a outra família botânica, Piperaceae, a mesma da pimenta.


Mas, na prática, uma dica útil para se fazer a diferenciação entre estas plantas é através da observação do aspecto das folhas de cada espécie. O filodendro Brasil, Philodendron hederaceum, possui folhas mais delicadas, macias, com um pronunciado formato de coração. A nervura central das folhas é bem sutil. Já a jiboia, Epipremnum aureum, apresenta uma saliência mais pronunciada em suas folhas, que as divide em duas partes iguais, longitudinalmente. Além disso, estas folhas são maiores e apresentam uma textura mais firme. Na jiboia, a espessura das folhas também é mais grossa, quando comparada à do filodendro Brasil. Por fim, a peperômia filodendro, Peperomia scandens, é caracterizada por suas folhas bem menores, delicadas e de textura suculenta. Além disso, esta espécie não possui o hábito de trepadeira, como as demais, emitindo caules exclusivamente pendentes.

Apesar do seu apelido mundialmente conhecido, o filodendro Brasil é originário de diversos países da América Central, ocorrendo também nas ilhas do Caribe. A espécie Philodendron hederaceum está habituada aos climas tropicais, quentes e úmidos do interior das florestas, enovelando-se nos troncos das árvores, e beneficiando-se da luminosidade sombreada proporcionada pelas copas destes vegetais. Não se trata de uma planta parasita, ela apenas utiliza as árvores como um suporte.

No ambiente de cultivo doméstico, este comportamento pode ser estimulado através do fornecimento de um suporte vertical no centro do vaso, que pode ser de madeira ou qualquer material rugoso, que sirva de apoio para a fixação das raízes aéreas do filodendro Brasil. Este é um procedimento que ajuda no desenvolvimento e maturação da planta, que passa a produzir folhas cada vez maiores.


No entanto, é interessante ressaltar que, à medida que se desenvolve e amadurece, o filodendro Brasil vai perdendo a belíssima variegação verde e amarela presente em suas folhas. Esta é uma característica exclusiva da planta em seu estágio juvenil de crescimento. A planta adulta, infelizmente, passa a produzir folhas completamente verdes, como um filodendro comum.

Outra forma interessante de cultivo do filodendro Brasil é através do plantio em vasos suspensos. Desta forma, seus caules crescem sob a forma pendente, formando uma ornamental cascata de folhas nas cores verde e amarela. Sem um suporte para apoiar suas raízes aéreas, o Philodendron hederaceum poderá apresentar um desenvolvimento mais lento, o que pode ser interessante para quem deseja apreciar a forma variegata das folhas por mais tempo.

Qualquer que seja o modo de cultivo, é importante que a planta fique posicionada em um local com bastante luminosidade indireta. O sol pleno causa queimaduras nas folhas. Janelas face oeste precisam ser protegidas do sol da tarde por uma cortina fina ou tela de sombreamento. O filodendro Brasil aprecia níveis de luminosidade um pouco superiores aos requeridos pela jiboia, por exemplo. Em ambientes muito sombreados, suas folhas tendem a ficar menores, mais espaçadas e podem perder o colorido diferenciado que lhes confere o interesse ornamental.


Como uma planta tipicamente tropical, o Philodendron hederaceum aprecia um solo rico em matéria orgânica. Misturas próprias para a jardinagem amadora, já adubadas, podem ser utilizadas para o cultivo do filodendro Brasil, sem maiores problemas. O importante é que o substrato não seja muito compactado e tenha uma boa composição em nutrientes orgânicos.

Sendo que dificilmente a planta produzirá flores, em ambientes internos, uma adubação mais rica em fósforo pode ser dispensada. Qualquer formulação de manutenção, do tipo NPK, própria para o cultivo de folhagens, pode ser fornecida durante os meses mais quentes do ano, quando o desenvolvimento do filodendro Brasil está mais ativo. É importante evitar o excesso de fertilizantes, principalmente se forem inorgânicos, uma vez que o acúmulo de sais minerais no solo pode ocasionar queimaduras nas pontas das folhas.

A multiplicação do filodendro Brasil é bastante tranquila e pode ser feita através de estacas retiradas da planta principal, durante as podas de manutenção. Basta separar segmentos do caule, que contenham ao menos uma gema ou nó, e colocá-los para enraizarem, em um recipiente com água. Há quem plante as estacas diretamente na terra, sem maiores problemas. Esta é uma planta que se propaga com rapidez, da mesma forma que a jiboia.

Por fim, vale ressaltar que todas as partes do filodendro Brasil são ricas em oxalato de cálcio, uma substância que tem uma ação irritante e potencialmente tóxica em humanos e animais domésticos. Sendo assim, é importante manter a planta longe do alcance de crianças e pets, que podem ingeri-la acidentalmente.