Cultivo de plantas dentro de casas e apartamentos



Sergio Oyama Junior

Ficus elastica


Ficus elastica
Ficus elastica

É bastante compreensível que tenhamos o desejo de cultivar árvores dentro de nossas casas e apartamentos, transformando os ambientes internos em pequenas selvas urbanas, as famosas urban jungles. No entanto, a maioria das árvores que conhecemos apresenta o inconveniente de requererem várias horas diárias de sol pleno para o seu desenvolvimento adequado. Uma boa forma de contornarmos este dilema é recorrendo às várias espécies de figueiras, comumente utilizadas na decoração de interiores.

Ainda que muitas sejam árvores verdadeiras, as diferentes espécies do gênero Ficus apresentam a vantagem de serem bastante adaptáveis, podendo ser cultivadas em interiores, desde que em ambientes que possuam bastante luminosidade. Aqui no blog, já falamos sobre a figueira lira, Ficus lyrata, que está na crista da onda, e a Ficus benjamina, esta mais popular, ambas espécies de árvores ideais para serem mantidas dentro de casas e apartamentos.

PUBLICIDADE

No artigo de hoje, destacamos outra excelente opção de árvore que tem sido bastante utilizada como planta de interior. Trata-se da espécie Ficus elastica, popularmente conhecida como falsa seringueira. Este apelido tem como objetivo diferenciar esta figueira asiática da espécie nacional Hevea brasiliensis, que é a mais frequentemente utilizada para a produção de borracha. Ainda assim, o látex produzido pela Ficus elastica também serve para esta finalidade.

Por este motivo, no exterior, a Ficus elastica é mais conhecida como rubber tree ou rubber plant. Esta é uma espécie de árvore que está bastante em voga, principalmente em perfis do Instagram dedicados às houseplants, plantas de interior. Suas folhas são grandes, brilhantes, ovaladas e muito ornamentais, podendo apresentar diferentes padrões de cores, dependendo da variedade. Na foto de abertura deste artigo, temos um belo exemplo de Ficus elastica variegata. Outras colorações que fazem bastante sucesso são aquelas mais escuras, encontradas nas folhas das variedades black prince  e burgundy, por exemplo.

Apesar de sua inegável beleza, a Ficus elastica deve ser cultivada com responsabilidade. Isso porque, quando plantada diretamente no solo, em áreas abertas, desenvolve-se com bastante rapidez. Esta espécie, assim como a Ficus benjamina, é conhecida pelo vigor e agressividade de suas raízes, que podem facilmente quebrar calçadas e invadir tubulações, causando grandes danos às vias públicas. Em muitas cidades, é proibido plantar a falsa figueira nas calçadas.

PUBLICIDADE

Ainda assim, é bastante comum encontrarmos exemplares gigantescos de Ficus elastica pelas cidades do Brasil. Aqui em São Paulo, existem árvores imensas desta espécie, facilmente identificáveis pela grande profusão de raízes aéreas que a planta emite. Quando adulta, a Ficus elastica chega a atingir quinze metros de altura, havendo registros de que possa ir até os sessenta metros, em seu habitat de origem, no sudeste asiático.

No entanto, quando a Ficus elastica é cultivada dentro de vasos, em interiores, seu tamanho pode ser mais controlado. O princípio é o mesmo aplicado ao cultivo do bonsai, com podas periódicas das raízes e copa. É comum que esta árvore seja cultivada por alguns anos, dentro de casas e apartamentos, e depois seja plantada em qualquer local externo, sem um planejamento mais cuidadoso quanto ao desenvolvimento e periculosidade de suas raízes.

É interessante notar que a Ficus elastica somente se reproduz através de sementes em seu habitat natural. Isto porque as flores por ela produzidas dependem de um agente polinizador único, uma espécie de vespa que não existe em nenhum outro lugar do mundo, além dos locais de origem da falsa seringueira. Portanto, todos os exemplares disponíveis no mercado são originários da multiplicação vegetativa da planta, através de estacas.

PUBLICIDADE

Ainda que a Ficus elastica seja uma árvore bastante resistente, de crescimento vigoroso e fácil manutenção, alguns cuidados devem ser tomados. É fácil perceber quando algo não vai bem, uma vez que a planta começa a perder suas folhas. Geralmente, este fenômeno é resultado de problemas na frequência das regas ou na luminosidade.

Dentro de casas e apartamentos, é importante que a Ficus elastica seja mantida bem próxima a uma janela que receba o maior número possível de horas de sol por dia. Quanto mais luminosidade a planta receber, melhor será seu desenvolvimento. Esta é uma espécie ideal para coberturas e varandas ensolaradas. Contudo, se a planta estiver acostumada a ambientes de meia sombra, poderá sofrer queimaduras se for abruptamente submetida aos raios solares diretos, principalmente nas horas mais quentes do dia. A transição deve ser feita de forma gradual.

Como acontece com todas as plantas, a Ficus elastica pode ter o desenvolvimento de suas raízes prejudicado caso o solo seja regado em excesso. Esta espécie aprecia solos ricos em matéria orgânica e que sejam facilmente drenáveis. As regas devem ser espaçadas, de modo a permitirem que o substrato seque moderadamente, durante os intervalos entre as irrigações. Além do composto orgânico adicionado ao solo, fertilizações minerais, do tipo NPK, podem ser utilizadas para complementar o esquema de adubação desta árvore, que se desenvolve com rapidez.

PUBLICIDADE

Durante as podas de manutenção e formação da Ficus elastica, é importante tomar cuidado com a seiva em forma de látex, que é tóxica e pode causar irritações, caso entre em contato com a pele, olhos ou mucosas. Esta é uma planta que deve ser mantida fora do alcance de crianças pequenas e animais de estimação, que podem ter problemas gástricos, caso ingiram esta substância irritante.

Os replantes da Ficus elastica visam dar mais espaço ao desenvolvimento das raízes. Quanto maior for o vaso, maior a árvore irá ficar. Este é um bom método para controlar a altura da planta, principalmente em ambientes internos. Por ser uma espécie originária de regiões de clima tropical, a falsa seringueira não se adapta bem a temperaturas muito baixas. É por esta razão que a planta fica feliz dentro de casas e apartamentos, em todos os países do mundo, já que as temperaturas são mantidas em níveis amenos e constantes.

Tomando-se o cuidado de não plantar a Ficus elastica em locais inapropriados, que possam ser danificados por suas raízes, é bastante prazeroso apreciar a companhia desta árvore majestosa, de folhas grandes e de colorido diversificado, inclusive em um mesmo exemplar. Trata-se de uma árvore perfeita para compor uma floresta indoors, juntamente com outras figueiras igualmente resistentes e ornamentais.

PUBLICIDADE