Uma orquídea Cymbidium especial


Orquídea Cymbidium
Cymbidium híbrido

Quando jovem, costumava reclamar que nunca havia ganhado flores. Depois que comecei a cultivar orquídeas, com a idade já avançada, não paro de recebê-las como presente, muitas vezes sem um motivo em especial. A começar pelos meus pais, tios e primos, passando por amigos queridos, até orquidófilos que nem conheço pessoalmente, mas que já moram no meu coração.

Ao contrário das flores de corte, as orquídeas têm este encanto de renascer de tempos em tempos, proporcionando-nos uma bela oportunidade para nos relembrarmos das pessoas que nos presentearam. Como se não bastasse, são estas orquídeas de tal generosidade que nos possibilitam retribuir o carinho, ou até mesmo amplificá-lo, através da doação de eventuais mudas.

A orquídea de hoje, um espetacular Cymbidium creme com o labelo ornado em detalhes cor de vinho, foi presente de uma tia muito querida, Yone Oyama. Não era meu aniversário, nem nada. Ela simplesmente saiu de um táxi carregando um belíssimo vaso com quatro hastes repletas de flores. Não tenho palavras para agradecê-la por este gesto de carinho e consideração.

O Cymbidium é uma orquídea asiática que domina a estação mais fria do ano, espalhando cor e beleza aos mais diversos pontos de venda, podendo inclusive ser encontrado em feiras, sacolões, centrais de abastecimento e supermercados. Este que eu ganhei, no entanto, veio de uma floricultura, o local onde eu jamais entrei para comprar uma orquídea. É um ambiente mais refinado, com produtos diferenciados. Este Cymbidium veio ricamente embalado em várias camadas de papéis de presente, com diferentes estampas. Algo belíssimo. Distraidamente, removi os adornos para regar a planta e, somente depois, lembrei-me que não havia fotografado o conjunto enfeitado. Peço desculpas pela gafe.

Futuramente, trarei outras fotos deste belo presente. À minha tia Yone, meu muito obrigado, de coração, pelo carinho!