Uma orquídea ideal para os ansiosos


Mini-orquídea Laelia alaorii
Laelia alaorii

Tudo bem, Pessoal? Hoje, no dia reservado aos botões florais, trago uma dica que talvez possa ajudar aqueles que sofrem de ansiedade à espera das florações de suas orquídeas.

Já comentamos aqui sobre a espata, cujo surgimento em uma orquídea costuma causar comoção naqueles que aguardam há tanto tempo por uma florzinha. Infelizmente, esta estrutura, por si só, não é garantia de que uma floração está se aproximando.

Para contornar este problema, sugiro esta mini-orquídea exclusivamente baiana, Laelia alaorii, que foi nossa estrela no início da semana. Além de bastante generosa, florescendo várias vezes por ano, ela tem a delicadeza de nos avisar quando irá florir, antes mesmo que o novo broto amadureça.

Como vocês podem ver na foto em destaque, o novo pseudobulbo nem se formou completamente e a folha, ainda fechada, já revela que traz novidades em seu interior. Sempre quis mostrar este momento para vocês, mas nunca conseguia um bom ângulo para evidenciar o broto rechonchudo, característico desta orquídea, quando guarda um botão floral dentro de si.

De acordo com a minha experiência, todo pseudobulbo que esta simpática mini-orquídea emite acaba florescendo, infalivelmente. No entanto, na eventualidade de não haver botões florais, o orquidófilo ansioso já saberá com bastante antecedência da má notícia. O broto virá magrinho. Nada de espata seca ou vazia, nada de suspense. A transparência em prol do orquidófilo ansioso.