Bouquet de micro-orquídea


Micro-orquídea Oncidium ornithorhynchum
Oncidium ornithorhynchum

Esta simpática micro-orquídea cor de rosa costuma florescer em longos cachos repletos de delicadas flores perfumadas. Um espetáculo. Aqui no apartamento, as coisas nunca são exatamente como deveriam ser. Há dois anos, obtive uma floração razoável, mas ainda longe deste quadro que acabei de pintar. Uma foto deste acontecimento pode ser vista neste artigo.

No ano passado, esta orquídea entrou em um rápido declínio. As folhas amarelaram e os pseudobulbos enrugaram. Na época, estava plantada em um substrato para orquídeas, composto por casca de pinus e carvão vegetal. Em uma tentativa de salvá-la, transplantei-a para a famigerada e onipresente combinação de sphagnum em vaso de plástico com argila expandida.

A situação era tão crítica que, de uma touceira, acabei salvando apenas duas pequenas mudas, cada uma com dois pseudobulbos. Achei que não teriam salvação, já que se recomenda manter ao menos três pseudobulbos juntos, ao dividirmos uma orquídea. 

Outra coisa que se costuma apregoar é que, uma vez murchos, os pseudobulbos não voltam ao normal. Pois estes não só voltaram a inflar, ficando rechonchudos, como emitiram rapidamente novos brotos. Apenas esta recuperação já me deixou plenamente satisfeito. Não poderia sonhar que, além disso, floresceriam tão cedo. É bem verdade que esta floração, comedida como mostra a foto, traz reflexos do stress pelo qual a orquídea passou. No entanto, o pequeno cachinho com poucas flores veio tão elegante e simétrico que me pareceu um bouquet cuidadosamente criado por mãos habilidosas.

Como sempre, estou curioso para saber como será a próxima floração, com a planta totalmente recuperada. Conto com a companhia e paciência de vocês até lá!