Micro-orquídeas - Cultivando joias


Micro-orquídea Phymatidium delicatulum
Phymatidium delicatulum

Embora eu não seja especialista no cultivo de micro-orquídeas, tendo inclusive dificuldade em mantê-las vivas em meu ambiente, percebo um grande interesse por parte dos leitores acerca destas pequenas obras-primas da natureza. Até hoje, as entrevistas com a Maria Rita Cabral e o Masuji Kayasima, estes sim orquidófilos renomados, estão entre os artigos mais acessados e comentados do blog. 

Como já mencionei em outras ocasiões, apesar de adorá-las, as micro-orquídeas não vão muito com a minha cara. Perdi várias, principalmente devido à insistência em cultivar seres pertencentes aos ambientes úmidos e sombreados da Mata Atlântica em uma árida varanda de concreto no 10º andar.

Neste contexto, foi uma grande alegria ter presenciado a floração deste Phymatidium delicatulum, presente da minha amiga Elza Kurauchi, uma das poucas micro-orquídeas que ainda sobrevivem por aqui. Eu já havia contado sobre a saga que vivi para fotografar estas minúsculas flores de frente, neste artigo. Hoje, trago uma foto mais espontânea, com a pequena orquídea cabisbaixa e de costas, como gosta de ficar. Para não perder o costume, plantei uma outra joia ao lado dela, para dar uma noção de seu tamanho.