Orquídea Epidendrum peperomia


Micro-orquídea Epidendrum peperomia
Epidendrum peperomia

A flor desta interessante micro-orquídea parece um objeto fatto a mano, cuidadosamente desenhado por um inspirado artista. Particularmente, lembra-me aqueles broches em forma de inseto. A floração tão aguardada desta miniatura foi anunciada há alguns dias, neste artigo sobre o surgimento de suas espatas.

Esta delicada joia produzida pela natureza chegou às minhas mãos por intermédio da orquidófila Meire Genaro, que ma presentou um ano atrás. Cuidar de uma pequena muda por doze meses, e presenciar sua floração após este período, desperta em mim uma alegria inenarrável. Até porque, ao longo desta trajetória, tive várias vezes a sensação de que iria perder esta orquídea.

O Epidendrum peperomia é nativo da Colômbia e Venezuela, forma graciosas touceiras ornadas por minúsculas folhas suculentas, sendo considerada uma orquídea de fácil cultivo. Costuma florescer no outono e inverno, o que me leva a imaginar que o meu esteja um pouco adiantado. Como a maioria das minhas orquídeas, esta está plantada em vaso de plástico com musgo sphagnum e argila expandida. Neste verão excepcionalmente tórrido, tenho borrifado a planta duas vezes ao dia, de manhã e no final da tarde. A adubação é química, aplicada semanalmente.

Para os cultivadores iniciantes e com pouco espaço, esta é uma aquisição interessante. Deixo como sugestão aos orquidófilos de apartamento, que curtem micro-orquídeas generosas e fáceis de cuidar.