Uma orquídea, vários presentes


Espata da orquídea Cattleya bicolor
Cattleya bicolor

Há alguns dias, estava eu borrifando tranquilamente as orquídeas, quando deparo-me com algo diferente na base da espata desta Cattleya bicolor. Botões florais a caminho! Por mais que já tenha presenciado e relatado situações como esta, não deixo de me emocionar com a magia destes momentos especiais. O surgimento desta pequena verruga foi a coroação de uma série de gratas surpresas que marcaram a trajetória desta orquídea até as minhas mãos.

Tudo começou quando, em novembro do ano passado, tive o prazer de participar da Exposição da Sociedade Bandeirante de Orquídeas, a convite da sua presidente, Leili Odete Campos Izumida, com uma série de fotos das Orquídeas no Apê. Graças a este evento, fui gentilmente convidado a participar da festa de final de ano da SBO, em dezembro. Fiquei muito feliz e honrado com o convite, já que não faço parte da sociedade.

Após um excelente churrasco, ótima conversa e deliciosas sobremesas, houve uma sessão de sorteios e distribuição de brindes. Confesso que fiquei impressionado com a qualidade das plantas e insumos sorteados. O que eu não poderia imaginar é que eu fosse sair deste agradável encontro com uma orquídea na mão. Na volta, mal cabia em mim de alegria, carregando com todo o cuidado um pequeno vaso ostentando um pseudobulbo fino e comprido, com duas folhas na ponta. Os que me viam na rua não poderiam imaginar a preciosidade do presente.

Ao chegar em casa, acomodei a orquídea com todo o cuidado na varanda. Apesar de já portar uma pequena espata, imaginei que demoraria a florescer, dado o meu histórico de longas esperas por florações. Pois, para minha surpresa, estava enganado. Esta é uma espécie que vai abrilhantar meu orquidário, de modo geral populado por híbridos. A todos da Sociedade Bandeirante de Orquídeas, meu muito obrigado pela carinhosa recepção e pela belíssima orquídea.