Orquídea em destaque: Mini Collins


Orquídea Sophrocattleya Mini Collins 'Pink Sherbet'
Sophrocattleya Mini Collins 'Pink Sherbet'

Acho impressionante como a mistura de apenas dois gêneros, Sophronitis e Cattleya, possa resultar em uma orquídea de colorido tão exuberante e rico em detalhes. Esta Sophrocattleya Mini Collins 'Pink Sherbet' surgiu do cruzamento entre Sophronitis Arizona e Cattleya Michael Collins, tendo sido registrada em 1990 pelo Suwada Orchid, um orquidário do Japão.

Acostumado com uma ou duas florzinhas na maioria das minhas orquídeas, surpreendi-me quando avistei os quatro botões florais em desenvolvimento concomitante, há algumas semanas. Minha alegria foi redobrada quando percebi que as quatro flores abririam-se lado a lado, perfeita e simetricamente dispostas para o espectador. É uma pena que a fotografia seja incapaz de capturar na totalidade esta bela comissão de frente, levemente arqueada para trás. Normalmente, para se obter esta disposição das flores, é necessário guiar os botões com o auxílio de tutores de arame. Como eu não tenho coragem nem habilidade para tal, conto sempre com a boa vontade da orquídea e a ajuda da luz solar. Este foi um raro caso em que tudo deu certo.

Esta é uma orquídea perfeita para apartamentos. Apresenta um porte compacto, com flores grandes e vistosas. Seu cultivo é bastante tranquilo, cresce vigorosamente e não necessita de uma alta luminosidade para florescer. Como na maioria das minhas orquídeas, estou utilizando a combinação de sphagnum e vaso de plástico, sobre uma camada de argila expandida. A adubação é química, semanal.

Minha única queixa em relação a esta belíssima orquídea reside no fato de eu não conseguir manter seus pseudobulbos eretos. Por mais que eu tente, eles insistem em nascer deitados, meio desordenados. O que acaba fazendo com que o vaso ocupe um pouco mais de espaço na horizontal. No entanto, considero este um pequeno detalhe frente à beleza, facilidade de cultivo e generosidade na floração desta pequena obra de arte.