A volta da mini-orquídea púrpura


Mini-orquídea Lc. Mini Purple
Laeliocattleya Mini Purple

Esta é a forma final da orquídea que mostrei desabrochando, há alguns dias. Confesso que fiquei surpreso com as melhorias na forma e na coloração desta belíssima flor, quando comparada à floração passada.

Dentre as milhares de orquídeas existentes, aquelas pertencentes aos gêneros Laelia e Cattleya talvez sejam as que mais sofram com os exigentes critérios de avaliação dos orquidófilos. Nestas orquídeas, é desejável que a flor seja simétrica, plana e harmônica. A coisa é tão séria que existem normas estabelecidas pelas associações orquidófilas, e os juízes pautam-se por estas regras para conferir uma pontuação a cada candidata.

Quando a Laeliocattleya Mini Purple floresceu pela primeira vez aqui no apartamento, em abril de 2013, percebi que as pétalas estavam levemente arqueadas para trás. Os orquidófilos costumam afirmar que a primeira floração de uma orquídea geralmente não mostra todo o potencial da flor. À medida que a planta amadurece, e cresce em número de pseudobulbos, tende a produzir flores com uma armação melhor. Acredito que foi isso o que aconteceu com esta mini-orquídea magenta, de forma espetacular.