Investigando o passado de uma orquídea premiada


Flores da mini-orquídea Slc. Golden Acclaim 'Richella'
Slc. Golden Acclaim 'Richella'

Impressionado com a beleza incomum desta orquídea, resolvi fazer uma pesquisa para saber quais foram as espécies utilizadas na sua produção. Registrado por Richella em 1989, a Sophrolaeliocattleya Golden Acclaim foi premiada pela American Orchid Society e é, até hoje, um importante componente na produção dos híbridos modernos. A famosa Slc. Ayrton Senna é filha desta orquídea da foto.

Todos os híbridos registrados constam de um banco de dados mantido pela Royal Horticultural Society. Fazendo uma busca neste site, você encontra as informações relevantes de cada orquídea, como data de registro e nomes dos pais. Uma alternativa mais moderna e prática é o software comercial OrchidWiz, que automaticamente fornece a árvore genealógica, ricamente comentada, de qualquer orquídea híbrida.

Sendo eu pobre, resolvi fazer a pesquisa na unha. Quase enlouqueci. De início, vemos que ela é filha das orquídeas Slc. Tangerine Jewel e Lc. Ann Follis. A partir daí, começa uma sucessão interminável de pais, avós, bisavós e tataravós. Acho que, nem que conseguisse reunir todas as informações, não conseguiria desenhar a árvore genealógica, por pura falta de espaço.

Acabei aprendendo que criar uma belíssima orquídea premiada é um processo complexo, demorado e caro, provavelmente efetuado por gerações de pesquisadores dedicados. Hoje, graças aos métodos de clonagem, podemos ter essas pequenas obras-primas em abundância, a preços acessíveis. O exemplar da foto foi produzido por meristema e adquirido, já em botões.