A orquídea misteriosa


Orquídea noid
Orquídea noid

A orquidofilia tem me proporcionado alegrias, prejuízos, decepções e, eventualmente, algumas flores. Mas acima de tudo, esta atividade tem me aproximado de pessoas especiais. Através do amor pelas orquídeas, tenho feito inúmeras amizades valiosas, coisa incomum para alguém tão retraído como eu.

Neste contexto, a orquidófila Elza Kurauchi é uma dessas pessoas que eu gostaria de ter conhecido antes. Portadora do tão cobiçado dedo verde, ela é de uma generosidade ímpar. Dentre as várias orquídeas que já ganhei desta amiga, está a orquídea noid da foto acima. Não que a planta seja paranoica, costumo chamar de noid as orquídeas cujo nome ainda não sei (do inglês no ID - sem identificação).

Como os botões estão prestes a se abrir, em breve saberemos quem ela é. Para variar, mal posso esperar. Já fico ansioso com os botões que sei no que vão dar. Imagine, estes, que serão uma completa surpresa! À Elza, meu muito obrigado por esta e por tantas outras orquídeas.