Orquídea Maxillaria tenuifolia - Aroma de Coco


Orquídea Maxillaria tenuifolia
Maxillaria tenuifolia

É neste finalzinho de inverno, início de primavera, que a famosa orquídea com cheiro de coco queimado costuma dar as caras aqui no apartamento. Confesso que é um momento que aguardo com ansiedade, já que sou fascinado pelo perfume desta pequena.

Neste ano, o trio de flores surge em um momento bastante difícil para o país de origem da Maxillaria tenuifolia, o México. Novamente abalado por um terremoto de grande intensidade, o país tem recebido a atenção e solidariedade de todo o mundo.

A orquídea conhecida no exterior como the coconut orchid é nativa dos países da América Central, como México, Costa Rica, Honduras e Nicarágua. Sua parte vegetativa possui um curioso aspecto, com pseudobulbos elípticos, lateralmente achatados, culminados por longas e finas folhas que lembram o capim.

Na sacada do apartamento, devido à ausência de um zênite solar, esta orquídea cresce lateralmente, emitindo um pseudobulbo à frente do outro, fugindo do vaso em alta velocidade. Em condições normais, a tendência é que eles escalem o suporte onde se apoiem, formando grandes touceiras verticais.

Talvez devido ao fato de meu exemplar ser pequeno, a quantidade de flores é modesta. Consequentemente, para minha tristeza, o aroma de coco não é tão pronunciado. Mas é agradabilíssimo, vale a pena aguardar um ano inteiro para sentir o perfume. As flores, com sua armação aerodinâmica, suas sépalas em um tom único de mamão, e o labelo pintalgado de vermelho, são de uma beleza indescritível.

Percebo uma grande variação de cores e formas dentre as orquídeas Maxillaria tenuifolia que costumo ver em exposições. A maioria tende mais para o vermelho bem fechado, quase vinho. Também há belas variedades quase negras. Trata-se de uma orquídea que, sempre que floresce, dá um show de cores e aromas.


6 comentários:

  1. Anos atrás, uns 5 ou 6 anos, essa orquídea me conquistou por suas cores, sobretudo por esse labelo pintalgado, que é espetacular. Mas até o momento a danada não me brindou com flores... Já replantei, troquei substrato, mudei seu local, mas ela continua sem florir. Mas continuo à espera... Quem sabe? Essa tua está maravilhosa, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô, Alexia, que pena... Esta é uma orquídea que aprecia um clima mais quente, pode ser este o problema. Aqui nem faz tanto calor, mas ela pega bastante sol, inclusive direto, no inverno.

      Torço para que a sua ainda floresça, com certeza, vale a pena esperar. Muito obrigado pela sua visita, sempre carinhosa!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Uma linda orquídea Sérgio, vale a pena em toda e qualquer coleção, pois enriquece a todo momento! Grande abraço e parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, Jalo? Pois é, confesso que gosto bastante desta pequena! Que ótimo receber sua visita e ler seu comentário, muito obrigado pelo apoio, sempre!

      Um grande abraço!

      Excluir
  3. Olá Sérgio! Tudo bom?
    Adquiri um exemplar desta pequena há 2 anos, sem flores, eu nem sabia qual seria sua cor e exatamente hoje ela floresceu pela 1x com uma pequenina flor vermelha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Samira! Tudo bem? Por aqui, tudo certo!

      Mas que ótima notícia! Parabéns! Muito obrigado por compartilhar esta alegria conosco!

      Um grande abraço!

      Excluir