A orquídea com aroma de coco - Maxillaria tenuifolia


Orquídea Maxillaria tenuifolia
Maxillaria tenuifolia

Esta é uma orquídea cuja floração eu aguardava há alguns anos. Não tanto pela aparência, que eu acabei descobrindo ser belíssima, mas muito pelo curioso perfume que suas flores exalam. Famosa no exterior, onde é conhecida como the coconut orchid, a Maxillaria tenuifolia, de fato, produz uma floração delicadamente perfumada, com um aroma que lembra o coco queimado.

Trata-se de uma orquídea típica do continente americano, mais precisamente de países localizados na América Central, tais como México, Nicarágua, Honduras e Costa Rica. A Maxillaria tenuifolia foi descoberta pelo botânico alemão Karl Theodore Hartweg e descrita por Lindley em 1837. Atualmente, encontra-se espalhada por coleções de orquidófilos do mundo todo, sendo bastante apreciada por sua folhagem ornamental e suas flores perfumadas.

A parte vegetativa desta orquídea é bastante curiosa. Seus pseudobulbos têm um formato elíptico, que lembra uma bola de futebol americano lateralmente achatada. Os botânicos especialistas em anatomia vegetal desejarão me matar, após esta descrição porca.


Orquídea Maxillaria tenuifolia
Maxillaria tenuifolia

As folhas desta orquídea são finas e elongadas, com a aparência de capim. As flores surgem a partir da base dos pseudobulbos, sempre solitárias. Suas pétalas não se abrem completamente e apresentam um colorido intenso, que pode variar do ferrugem alaranjado ao vinho escuro, passando por diferentes tons de vermelho. O labelo pintalgado é um charme à parte. Além, é claro, do característico perfume de coco que suas flores exalam, notadamente durante os meses da primavera.

A Maxillaria tenuifolia é uma orquídea que aprecia bastante umidade. Quando cultivada em ambientes muito secos, suas folhas finas começam a apresentar as pontas queimadas e os pseudobulbos tendem a murchar. Por este motivo, cultivo meu exemplar em vaso de plástico e musgo sphagnum, como quase todas as outras orquídeas aqui no apartamento.

Como muitas das orquídeas em minha coleção, esta coconut orchid foi um presente dos meus tios Hiroko e Takashi Matsumoto. Ela chegou até mim em novembro de 2014, há dois anos, já adulta. Cresceu bastante neste período, mas não havia florescido, até então. Há poucos dias, presenciei com alegria o surgimento do primeiro e único botão floral. Já estou acostumado, tudo por aqui é mais lento e comedido. Mas não posso reclamar, afinal, esta tão aguardada orquídea conseguiu sobreviver aos meus cuidados e às intempéries da sacada dos ventos uivantes.

14 comentários:

  1. Há cerca de 4 anos adquiri uma tenuifolia, encantada por suas cores e especialmente por esse labelo magnífico. Sofreu um bocado comigo, que pouco sabia sobre ela. Já foi replantada e cresceu pouco, mas é adulta e aparenta boa saúde. Eu a cultivo numa bandeja com pedriscos e uma lâmina d'água, mas ela se recusa a florir. Parabéns a ti, pela vitória! Tua postagem de hoje serviu-me como uma injeção de esperança!!! Obrigada, vou continuar à espera!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô, Alexia, que pena... Mas você está fazendo tudo certo, esta bandeja umidificadora é ideal para esta espécie. Fico contente por saber que gostou do artigo e torço para que sua orquídea dê belas flores perfumadas, em breve! Muito obrigado pelo comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Olá Sérgio, parabéns! Sem dúvida uma orquídea que enriquece bastante a sua coleção; o registro da floração deve ter sido gratificante! Venho há algum tempo tentando cultivá-la, aqui no Nordeste ainda é mais difícil: a saída foi adquirir uma planta adulta, que já vem há alguns meses resistindo bem a baixa umidade e a secura do clima! Quem sabe no próximo ano, após o inverno, a minha não florirá também? Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jalo, que legal! De fato, foi uma grata surpresa ver esta orquídea florescer. Parabéns pela persistência, tenho certeza de que será recompensado com uma bela floração. Fico torcendo! Muito obrigado pela visita e pela participação!

      Um grande abraço!

      Excluir
  3. Respostas
    1. Que bom que gostou, Liza! Muito obrigado por comentar!

      Um grande abraço!

      Excluir
  4. Obrigada pela postadem..eu não sabia o nome dela mas sempre senti o cheiro de côco..feliz demais a minha é fiel florece todos os anos.Esrá plantada em em uma casca rugusa com fendas como ela florece todo ano acho que adaptou-se bem.Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fatima, tudo bem? Que bom que gostou da postagem! Parabéns pelo cultivo, que bom saber que a sua floresce sempre! Muito obrigado pela visita e pela importante participação!

      Um grande abraço!

      Excluir
  5. Tenho uma Maxillaria tenuifolia, cujas folhas estão com as pontas queimadas fase o clima escalcante do Ceará. Vou procurar cultiva-la mais próxima a grama do orquidário para manter mais a umidade. Obrigada pela postagem. Você sempre nos ajudando e tirando dúvidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vera Coelho, tudo bem? Imagine, quem sou eu! Que bom saber que achou útil a dica, muito obrigado pela visita e pelo comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
  6. Que linda sua orquídea, Sergio!

    Tive uma Maxillaria (Schunkeana), mas morreu jovem. Veio doente do orquidário.

    Estou aguardando ansiosamente as minhas outras orquídeas florescerem e acompanho com atenção as suas postagens. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pedro, que bom saber que gostou! Sinto muito pela sua Maxillaria, adoro esta orquídea e também já perdi uma.

      Que alegria ler seu comentário, muito obrigado pelo apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir
  7. Oi Sergio, como vai amigo?
    Veja só que interessante, uma orquídea que exala um doce sabor de coco queimado, adorei!!
    Só não dá para experimentar não é? A orquídea é muito linda e seria um absurdo e desperdício comer pétalas tão delicadas....rsrs
    Liga não amigo, é que estou no horário do lanche da tarde e só vejo comida pelo caminho...kkkkkkk E hoje fiquei sem almoço ....rsrs
    Mas não há como negar que até a cor dela ajuda a lembrar comida não é? Esse vermelho tão bonito é encantador!!!

    Só aqui neste cantinho maravilhoso para ver orquídeas tão belas amigo, Muito obrigada por nos presentear com tanta beleza!!

    Um grande beijo!
    Incrível semana querido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, Adriana? Então, dá mesmo água na boca! Hehehe! Mas não sei qual é o gosto, deve ser ruim...

      Imagine, eu que agradeço a você pelo carinho da visita e por todo o apoio!

      Grande beijo e tudo de bom!

      Excluir