A micro-orquídea que brilha no outono/inverno


Micro-orquídea Sophronitis cernua
Sophronitis cernua

Dentre todas as orquídeas do gênero Sophronitis que já passaram por aqui, esta espécie, cernua, é a que tem apresentado melhor desempenho, além de ter sobrevivido a vários reveses. Embora esta orquídea tenha servido como base para a descrição do gênero, em 1828, por Lindley, existem pesquisadores que agora a consideram pertencente ao gênero Cattleya.

Mudanças e controvérsias à parte, esta micro-orquídea continua sendo uma excelente opção para quem tem pouco espaço. Apesar do tamanho diminuto, é extremamente generosa nas florações, chegando a emitir seis flores por pseudobulbo. Além disso, seu intenso colorido alaranjado sempre proporciona um espetáculo digno de nota.

Como toda prima donna, tem lá sua lista de exigências. Trata-se de uma orquídea que precisa de bastante umidade no ambiente, sem ficar encharcada. Também requer muita luminosidade indireta para poder florescer em abundância. São, contudo, requisitos relativamente fáceis de serem atendidos. Costumo pensar que, se esta orquídea floresce encarapitada em uma varanda de concreto, no décimo andar, em uma cidade poluída, florescerá muito melhor em qualquer outro lugar. O mesmo não se pode dizer a respeito de suas primas, que já morreram às dezenas aqui no apartamento.

Fechando o desfile da temporada outono/inverno 2016, deixo com vocês uma das imagens desta floração exuberante, colorida e de longa duração, que não pode faltar na coleção daqueles que amam as pequenas orquídeas. 

16 comentários:

  1. Eu devo estar pagando algum pecado, porque não consigo que se desenvolvam sob meus cuidados. Tenho três exemplares, nenhum floresceu, ainda! Mas sou insistente e fascinada por essas pequenas... Continuarei tentando, deslumbrada com as tuas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô, Alexia, que pena! Ela gosta de bastante luminosidade. Aqui elas pegam inclusive um pouco de sol direto, no final da tarde. O sol da manhã também é ótimo. Espero que as suas floresçam, em breve! Muito obrigado pela participação!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Então uma dessas ficaria muito feliz em minha mesa da sala, luminosidade tem, luz indireta tem e , a humildade fica por conta do humidificador de ar. Será que ela iria gostar de ser priminha das minhas Phalaenopsis ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mariza! Comparada à Phalaenopsis, esta é uma orquídea que precisa de mais luz para florescer. Mas sempre vale a pena tentar encontrar um bom local para esta pequena! Muito obrigado pela visita!

      Um grande abraço!

      Excluir
    2. VERDADE AMIGO ENTÃO FICARIA FELIZ EM MINHA VARANDA ÓTIMA ILUMINAÇÃO . QUEM SABE POSSA EU TER UM DIA UMA ASSIM ? ABRAÇOS E MINHA GRATIDÃO PELAS ORIENTAÇÕES E PELO CARINHO. DEUS SEMPRE SEJA CONTIGO .

      Excluir
    3. Oi, Mariza, Amém! Com você também! Torço para que ela fique ótima na sua varanda, muito obrigado pela visita!

      Um grande abraço!

      Excluir
  3. Sergio é a minha preferida, tenho tbem a mantiquerae, brevipedunculata, Arizona, tbem Sophronitella, obrigada por lembrar das micros , fico aguardando mais informações , Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem? Mas que legal, parabéns! Aqui, infelizmente, estas outras não sobrevivem. Mas muito obrigado pelo comentário e participação!

      Um grande abraço!

      Excluir
  4. Prezado amigo Sergio
    Quanto tempo sem nos falarmos. Peço-lhe desculpas pelo "sumiço" mas a culpa é da Flora, um bebe prematuro extremo que chegou em nossas vidas. Pequenina, com 860g trouxe consigo grandes preocupações. Ao mesmo tempo, irradia uma luz e uma alegria como essa pequenina orquidea, na UTI Neonatal onde se encontra e nos nossos corações. Será uma apaixonada por flores e seu nome é muito apropriado.
    Meu amigo, estou por perto, dividida entre cuidados e leituras rápidas de seus post e um afago nas minhas orquideas que resistem em florirem.
    Grande abraço,

    Dinda Cardoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem? Há quanto tempo! Que ótima notícia, parabéns pela chegada da Flora! Que nome lindo.

      Fico muito feliz por ter recebido sua visita e por saber que suas orquídeas continuam florescendo. Muito obrigado pelo carinho da mensagem, seja sempre muito bem-vinda!

      Um grande abraço!

      Excluir
  5. Sérgio a alta humidade ambiente pode ser obtida por uma bacia com pedriscos e um pouco de água no fundo? A minha está plantada no spagnum e sinto que as vezes ela parece estar desidratada.
    Floração incrível que a sua proporcionou.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ricardo! Sim, esta é uma ótima maneira de aumentar a umidade relativa do ar. Acho que será perfeita para a sua orquídea. Muito obrigado pela visita e pelo comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
  6. Sérgio, bom dia. Bom você ter falado um pouco das Sophronitis. É a micro que mais gosto. Sempre me recompensam com suas miúdas e lindas flores. Tenho vários exemplares e amo todas elas. Agora estou tentando cuidar de suas primas. Vamos ver o que vai dar. Também são cultivadas na varanda do meu apartamento, só que em Salvador, com problemas sérios de maresia, mas temos conseguido sobreviver. Abs. Ronaldo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ronaldo, bom dia! Que bom saber que tem cultivado Sophronitis em Salvador, no apartamento. Parabéns! Muito obrigado por compartilhar sua experiência, é sempre importante aprendermos.

      Um grande abraço!

      Excluir
  7. Sem dúvida uma maravilhosa mostra; esta orquídea é incrível, sem mencionar a beleza na cor das flores! A sua, como se vê, produz florações abundantes e simétricas! Parabéns; abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, Jalo? Que bom saber que gostou! De fato, as florações desta pequena são surpreendentes. Muito obrigado pela visita e pelo comentário, sempre gentil!

      Um grande abraço!

      Excluir