Orquídea Sophronitis cernua 2016


Micro-orquídea Sophronitis cernua
Sophronitis cernua

Esta preciosidade de cor e textura fascinantes tem o costume de nos visitar pontualmente todos os anos, durante os meses do outono. Trata-se da micro-orquídea Sophronitis cernua, uma joia exuberante que costumava cobrir as árvores da Mata Atlântica, inclusive na cidade de São Paulo, cujo último vestígio encontra-se no Parque Tenente Siqueira Campos, conhecido como Trianon, na Avenida Paulista.

Por já ter florescido tantas vezes aqui no apartamento, e por já ter sido destaque de vários artigos aqui no blog, deixo a seguir alguns posts que trazem mais informações sobre esta bela orquídea em miniatura:



Fico constrangido com a falta de originalidade dos meus títulos. No início, costumava ser mais criativo. No entanto, observei que estes textos dificilmente eram encontrados pelas buscas do Google. Resultado: ninguém lia. Desta forma, embora repetitivos e óbvios, os títulos contribuem para que mais pessoas possam encontrar estas informações na internet.

Aproveito a oportunidade para apresentar a vocês uma pequena alteração no visual do blog, no header ou cabeçalho (acho esta palavra horrorosa). Também convido vocês a conhecerem um novo projeto, o Beleza no Apê, que está apenas começando, mas que tem dado um retorno muito acolhedor por parte dos que já o visitaram. Muito obrigado pelo apoio e companhia, sempre!

14 comentários:

  1. Sou fascinada por elas! Como podem ser tão lindas? Talvez pela simplicidade extrema, sem labelos complexos, sem mistura de cores (apenas essas variações do púrpura ao amarelo-alaranjado) e esse pequeno tamanho, façam dela essa beleza que tanto me encanta! As minhas não floresceram ainda. Tenho três pequenos exemplares que, apenas recentemente, consegui que desenvolvam. Parabéns pelas tuas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alexia! Eu também, gosto bastante desta espécie! Tem a variedade amarela, que é raríssima, deve ser um espetáculo. Torço para que as suas despertem em breve! Muito obrigado pelo apoio da sua visita!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Sobre as amarelas: há cerca de um ano eu as vi, pela primeira vez, ao vivo. São fascinantes!! Há um orquidário aqui na cidade, que possui essa variedade. Mas nem perguntei o preço, temendo um desmaio! rsrsrs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, jura? Deve ser um espetáculo, de fato! Também morro de medo de saber o valor destas tentações! Hehehe!

      Excluir
  3. Oi sergio tenho uma dessa mas não consigo fazer ela ir para frente.pode me ajudar ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cleusa, tudo bem? Que pena. Esta orquídea gosta de bastante umidade. Ela vai bem em pedaços de madeira, sphagnum ou no cone de barro, aquele vaso invertido. Também precisa de bastante luminosidade para florescer, mas sem sol direto nas horas mais quentes do dia.

      Um grande abraço!

      Excluir
  4. brigada pelo e-mail..tenho uma orquidea chocolate que esta forando..ela demora mesmo a abrir os botões? meu nome é darcy.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Darcy! Imagine, eu que agradeço pela visita! Sim, os botões demoram um pouco para abrir. Eles começam a desabrochar a partir da base da haste floral. Os da ponta serão os últimos a abrirem.

      Um grande abraço!

      Excluir
  5. Sérgio, gostei do novo visual. Independente de títulos, suas postagens sempre são ricas em informações para que curte orquídeas. Obrigada mais uma vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô, Suzana, que bom saber disso! Fico muito feliz e agradecido pela sua opinião, sempre muito importante para mim! Imagine, eu que agradeço a você pelo apoio, sempre!

      Um grande abraço!

      Excluir
  6. Parabéns Sérgio...cada florada desta sua orquídea é única, apesar de trazer particularidades encontradas em floradas anteriores... É certo que cada vez que reflete sobre o seu Blog e faz ajustes, ele torna-se ainda melhor. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, Jalo? Imagine, bondade sua! Que bom saber que gostou, muito obrigado pelo apoio do seu comentário, sempre muito importante aqui neste espaço!

      Um grande abraço!

      Excluir
  7. Prezado amigo Sérgio,
    Tenho como sempre apreciado seu trabalho magnifico, mas minhas postagens não estão chegando até voce. Não consigo detectar o que está havendo.
    Parabéns pelas fotos.
    Grande abraço,
    Dinda Cardoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dinda, tudo bem? Que pena, sinto muito por este inconveniente. Também não sei o que poderia ser, mas agradeço imensamente por cada visita e comentário. Muito obrigado pelo apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir