Orquídeas: Joias raras


Orquídea Sophrolaelia Marriotiana
Sophrolaelia Marriotiana

Durante o Japão feudal, ostentar uma rara orquídea Neofinetia falcata era para poucos. Símbolo de coragem e bravura, esta pequena orquídea habitava montanhas inóspitas e de difícil acesso. Apenas os mais capacitados samurais eram capazes de coletá-la, motivo pelo qual esta planta é até hoje conhecida como orquídea samurai.

Na Inglaterra da Era Vitoriana, cuidar de orquídeas significava luxo e sofisticação. Raras no continente europeu, as orquídeas chegavam de navio, provenientes de exóticos e longínquos países tropicais, dentre eles o Brasil. Apenas os mais afortunados tinham o privilégio de cultivá-las, em sofisticadas estufas que simulavam o clima apropriado para tal.

Ainda nos dias de hoje, as orquídeas, raras ou não, carregam consigo esta aura de exclusividade e bom gosto. Neste sentido, chega a ser cliché compará-las a joias. Ainda assim, trata-se de uma analogia irresistível e extremamente apropriada. A Sophrolaelia Marriotiana da foto acima, por exemplo, parece uma pequena e ordinária florzinha laranja, quando vista ao vivo. Possui o tamanho aproximado de uma moeda de um euro (para ficar mais chic). No entanto, quando observada de perto, principalmente em uma macrofotografia, a beleza de seus detalhes fica evidenciada.

Esta mini-orquídea laranja encontra-se florida no momento aqui no apartamento e apareceu bem de relance no vídeo da sacada onde cultivo as orquídeas. Inspirado por esta pequena joia rara, fiz uma coletânea das fotos de orquídeas que tirei em companhia das joias da minha mãe. É uma retrospectiva de imagens já apresentadas aqui no blog. Espero que gostem!



16 comentários:

  1. São, sim, verdadeiras joias. Como pérolas e diamantes, a gente não se cansa de admirar sua beleza. O vídeo ficou muito bonito, nessa coletânea de preciosidades. Um abraço...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alexia! Tudo bem? Pois é, confesso que gosto bastante desta combinação. Fico contente por saber que gostou, muito obrigado por assistir e comentar!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Lindo vídeo!
    Combinação perfeita!!!
    Parabéns Sergio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rosa! Que bom saber que gostou do vídeo! Muito obrigado pela visita e apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir
  3. Arrasou novamente meu amigo, muito feliz sua comparação, tanto no texto como no vídeo, parabéns e obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, Paulo Celso? Imagine, bondade sua! Fico feliz por saber que gostou de ambos, sua opinião é muito importante para mim! Super obrigado pelo apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir
  4. Bom dia, Sergio, parabéns pelo vídeo, e que Deus o abençoe por partilhar seus conhecimentos, com seus seguidores, abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Régis, Bom dia! Amém, muito obrigado pelo lindo comentário e pelas palavras de apoio! Que bom saber que gostou!

      Um grande abraço!

      Excluir
  5. Sérgio amigo querido!

    Quanta sensibilidade e beleza reunidas em um só vídeo. Sempre nos presenteando com tamanha beleza. Fico imaginado quanto amor voce dedica à essas jóias raras... Obrigada.

    Grande abraço

    Dinda Cardoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, Dinda? Que alegria saber que gostou do vídeo! De fato, são todas muito especiais para mim. Muito obrigado pelo carinho da sua mensagem, adorei!

      Um grande abraço!

      Excluir
  6. O seu trabalho em fotografar, filmar suas orquídeas é magnífico, Sérgio. Parabéns mais uma vez. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Suzana! Adorei vê-la por aqui, fico feliz por saber que está gostando! Você sempre gentil, muito obrigado pelo apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir
  7. Que interessante a história da Orquídea samurai, hein Sérgio!? Parabéns pela bela fotografia e pelo excelente texto, como sempre inspirador! Grande abraço e até o próximo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cristiano! Pois é, de fato, acho surpreendente que eles cultivassem orquídeas há tanto tempo. Bondade sua, fico feliz por saber que gostou do texto! Muito obrigado pela visita e apoio, sempre!

      Um grande abraço!

      Excluir
  8. Parabéns Sergio por sua sensibilidade e assim nos mostrar a maravilha das jóias comparada a beleza das orquideas. Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, Sonia Maria? Que bom saber que gostou, fico contente! Muito obrigado pelo prestígio da sua visita!

      Um grande abraço!

      Excluir