Como ter orquídeas jovens por mais tempo


Orquídea Potinara Burana Beauty 'Burana'
Potinara Burana Beauty 'Burana'

Assim como nós, infelizmente, as orquídeas também envelhecem. Embora a planta tenha a capacidade de reflorescer por décadas, a flor propriamente dita tem um tempo de vida definido. Algumas duram mais, outras menos, dependendo da espécie ou do híbrido.

Há, contudo, alguns cuidados que podemos tomar para prolongar o período áureo de uma floração. Vamos listar, nos tópicos a seguir, algumas dicas para termos orquídeas floridas e bonitas por mais tempo.


1. Orquídeas e água


Esta é uma relação complicada. Embora a água seja um elemento fundamental para todo ser vivo, a quantidade fornecida deve ser bem dosada, no caso das orquídeas. Em excesso, a água pode ocasionar o apodrecimento das raízes, o que resultará no decaimento da planta, inclusive prejudicando sua floração.

Além disso, o hábito de molhar as flores durante a rega não é favorável à conservação de sua beleza. A umidade nas pétalas e sépalas da orquídea propicia o desenvolvimento de um fungo chamado Botrytis cinerea, conhecido por causar aquelas pequenas pintas amarronzadas nas flores. Por este motivo, é aconselhável proteger as orquídeas da chuva, durante o período em que estão floridas. Este é um problema apenas estético, que não prejudica a saúde da planta como um todo.


2. Adubando orquídeas floridas


Existe uma controvérsia a respeito deste tema. Alguns orquidófilos afirmam que não é necessário adubar as orquídeas no período em que estão floridas. Outros afirmam que, na natureza, elas continuam a receber nutrientes normalmente, com ou sem flores.

O fato é que, com um número razoável de orquídeas na coleção, torna-se muito difícil ficar separando o que está florido para não adubar. Por uma questão de preguiça praticidade, eu particularmente não dou um tratamento diferenciado às minhas orquídeas. Continuo regando e adubando todas com a mesma periodicidade, independentemente do estágio de desenvolvimento ou floração.

No entanto, quando o assunto é estética, devemos, sim, tomar cuidado ao adubar orquídeas floridas. É importante evitar borrifar o adubo diretamente sobre as flores, já que esta e outras substâncias químicas, tais como defensivos, podem causar manchas nas pétalas e sépalas. Novamente, é uma questão apenas de aparência.


3. Orquídeas e frutos


O amadurecimento dos frutos é estimulado por um gás que eles mesmos produzem, chamado etileno. Os produtores conseguem controlar a maturação das laranjas, bananas e maçãs através da aplicação deste gás, em câmaras controladas. É por isso que se costuma embrulhar as bananas em jornal, para acelerar seu amadurecimento. O próprio gás etileno que elas produzem, concentrado pelo ambiente fechado, ajuda na maturação dos frutos.

Ocorre que o etileno também age sobre as flores, acelerando seu envelhecimento. Por esta razão, é aconselhável manter as orquídeas floridas longe das frutas. Embora produza belíssimos arranjos, esta combinação não é benéfica quando o intuito é prolongar a juventude das flores.

Da mesma forma, diversos gases presentes no ar poluído das grandes cidades podem ocasionar a senescência precoce das flores de nossas orquídeas. Infelizmente, quanto a esta questão, pouco se pode fazer. De qualquer forma, mantê-las dentro de casa, ao contrário de expostas em varandas ou janelas voltadas às ruas com circulação de carros, ajuda a proteger as flores dos gases tóxicos, prolongando sua vida útil.


Um último evento que pode abreviar a vida de uma flor é a polinização. Na verdade, é para isso que elas foram feitas, para serem fecundadas e gerarem frutos e sementes. Mas, no exato momento em que uma flor é polinizada, suas pétalas e sépalas começam a se fechar. Vão enrugando e secando, já que sua missão foi cumprida. O resultado deste processo, vocês podem visualizar neste artigo.

A orquídea da foto é uma Potinara Burana Beauty, que mostrei há alguns meses aqui no blog. Quis usar esta imagem para ilustrar este artigo porque acredito que uma flor envelhecendo pode ser tão bela e glamourosa quanto outra no auge da juventude. Assim como todos nós.



10 comentários:

  1. Que belo artigo... Além das preciosas informações sobre a preservação das flores, nos faz pensar sobre a marcha natural da vida e no processo do envelhecimento gradual e inevitável. E mais uma vez, uma foto belíssima! É um prazer te ler! Abç...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alexia, tudo bem? Que alegria saber que gostou do texto e da foto. Você sempre um amor de pessoa. Linda a sua mensagem, muito obrigado pelo carinho e atenção, sempre!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Messias Aphonso Magnum13 de julho de 2015 21:32

    Seu texto como sempre esta perfeito, parabéns. Estou digitando com meus pés pois a minhas mãos estão te aplaudindo. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Messias, imagine! Hehehe, bondade sua! Fico feliz por saber que gostou, muito obrigado pelo apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir
  3. Sérgio, querido amigo!
    Que bom tê-lo de volta. E como sempre, com importantes orientações. Essa semana ganhei uma Cymbidium em plena floração e estava pensando como deveria proceder para que suas belas flores durassem mais tempo. E voce me respondeu com seu primoroso texto.
    Ainda, concordo que a beleza tem suas etapas...que seria de nós se fossemos valorizados apenas pela beleza de nossa juventude?

    Grande abraço,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, Dinda? Que alegria receber a sua mensagem! Fico feliz por saber que o texto a ajudou, parabéns pelo belíssimo presente! Muito obrigado pela sensibilidade do seu comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
  4. Olá Sérgio, obrigada pelas dicas, conheci seu blog há pouquíssimo tempo e estou gostando muito. Amo orquídeas e pretendo cultivá-las no me apartamento. Parabéns pelo seu trabalho. Ahhh...amei as fotos das flores congeladas. Até breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eunice! Que bom saber que está gostando do blog! Muito obrigado pelas palavras de carinho e apoio! Seja muito bem-vinda! Um ótimo cultivo para você, tudo de bom!

      Um grande abraço!

      Excluir
  5. Aprendo muito com seu blog e estou, finalmente, criando coragem para ter meu orquidário na varanda... Este texto sobre envelhecimento foi tão delicado e encantador quanto a beleza de uma orquidea... Voce é mesmo especial.... Obrigada por sua generosidade em dividir parte do que sabe!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Araeci, tudo bem? Que alegria saber disso, parabéns pela decisão de construir seu orquidário! Imagine, bondade sua. Muito obrigado, de coração, pelas palavras de carinho e apoio. São muito importantes para mim!

      Um grande abraço e tudo de bom!

      Excluir