Oncidium Twinkle - Hastes florais promissoras


Micro-orquídea Oncidium Twinkle 'Yellow Fantasy'
Oncidium Twinkle 'Yellow Fantasy'

Há muitos anos, quando estava começando a cultivar orquídeas, comprei uma graciosa micro-orquídea híbrida, o Oncidium Twinkle 'Fragrance Fantasy'. Era uma pequena touceira, sem flores. Depois de algum tempo de cultivo, eis que vejo, não uma, mas oito hastes florais emergindo. Fiquei extasiado. Até então, acreditava piamente que cada pseudobulbo de Oncidium emitia apenas uma haste, do lado da folha maior.

A minha prodigiosa touceira, no entanto, ostentava hastes florais por todos os lados. Eu acompanhava cada centímetro de crescimento, dia após dia. Até que, após algumas semanas, comecei a desconfiar que elas não estavam crescendo. É difícil avaliar quando se olha a mesma coisa, várias vezes ao dia. Procurei na literatura e descobri que, de fato, o desenvolvimento destas hastes é bastante lento.

Conformado, continuei a aguardar e a observar. Até que, um belo dia, descubro que elas estavam secando! Foi um duro golpe, após dois meses de espera, constatar que havia sido tudo em vão. Somente quando a planta toda morreu, resolvi tirá-la do vaso e verifiquei que suas raízes estavam comprometidas. No meu caso, o substrato não era adequado, deixando-as secas por muito tempo.

Por ocasião do meu aniversário, no ano passado, ganhei dos meus tios, Hiroko e Takashi, Tomoko e Helio, uma prima desta falecida orquídea, o Oncidium Twinkle 'Yellow Fantasy'. Ela já veio com duas belíssimas hastes repletas de micro flores douradas. Hoje, um ano depois, estou sendo presenteado com cinco hastes florais. Na foto acima, consegui capturar três juntas. As pintas nas folhas são normais, herança do Oncidium sotoanum ou ornithorhynchum, um de seus pais. Geralmente, aparecem quando a planta recebe bastante luminosidade.

Vamos torcer para que a tragédia não se repita e eu possa voltar aqui com a floração completa desta exuberante e delicada micro-orquídea. Vou mantê-los informados ao longo do processo. Até a próxima!

27 comentários:

  1. Lindas!!! Não vai acontecer de novo vc vai ver, vão sair flores belíssimas e delicadas... :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paula, tomara! Que bom que gostou, muito obrigado pelo carinho e torcida! Prometo trazer notícias, em breve!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Nossa Sérgio, sei bem como voce se sentiu ao ver as hastes secando. Aconteceu recentemente comigo também. Minhas duas Vandas apontaram hastes ao mesmo tempo, e eu vigiava cada milimitro do crescimento, até que um dia...Elas já estavam com uns 10 cm e secaram completamente. Se eu acreditasse em "mau olhado" diria que foi, rsrsrs...mas só se fosse o meu! Felizmente as plantas não morreram, continuam com aspecto saudável, e com muitas e vigorosas raízes. Você tem ideia do que pode levar uma haste floral de Vanda a ter um final tão triste? Andei pesquisando, mas não encontrei nada muito convincente. Intesifiquei a fertilização e vou aguardar. Desculpe o texto longo, mas ha algum tempo eu queria compartilhar isso com voce, e o post de hoje foi a deixa. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sandra, tudo bem? Poxa, que pena! Sinto muito pelas suas Vandas, que coisa... Eu também nunca li explicações convincentes sobre o aborto de hastes florais. Sei que botões abortam com mais frequência, devido a mudanças bruscas de temperatura, correntes de vento, aplicação de adubos e defensivos sobre o botão, etc. Mas as hastes secarem do nada, realmente não sei o motivo.

      Imagine, agradeço pelo seu comentário, que só vem a enriquecer o assunto. Muito obrigado pela participação!

      Um grande abraço!

      Excluir
    2. Sérgio, exatamente hoje avistei uma haste surgindo em uma das Vandas! Dedinhos cruzados! Abraços

      Excluir
    3. Acho que esqueci de colocar o link, rsrsrs....http://mvlocatelli.blogspot.com.br/2008/02/uti-para-orqudeas.html

      Excluir
    4. Oi, Sandra, que legal! Parabéns pela haste, fico contente com a boa notícia! Muito obrigado pelo link, será de grande ajuda!

      Um grande abraço!

      Excluir
  3. Angelo Marcos Oliveira6 de junho de 2014 21:29

    Sergio, meu querido, beleza?
    Lá vamos nós em mais uma saga angustiante e torturadora: esperar a floração de uma orquídea. Ainda bem que o resultado é de encher os olhos, princpalmente por que as do gênero oncidium, pelo pouco que sei, são muito generosas em sua floração. Se depender de seus cuidados e de nossa torcida pode ter certeza que essa floração vai ser espetacular.
    Boa sorte Sergio-san, um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Angelo, tudo bem? Por aqui, tudo em ordem, obrigado!

      Pois é, vai ser mais uma saga de muita expectativa, tendo em vista o fracasso do passado. Mas estou mais otimista, desta vez. Muito obrigado pelo interesse e pela torcida, tenho certeza de que este apoio será de grande valia para esta floração!

      Boa noite e um grande abraço!

      Excluir
  4. Dessa vez vai dar certo, Sérgio... Ficarei na torcida! Quanto as pintas nas folhas, começo a acreditar que é uma característica das Oncidium... A minha sharry baby é cheia de pintinhas e me parece que quanto mais pintas aparecem maior e mais repletas de flores são as hastes florais. Uns dizem que são vírus que vão matando lentamente as plantas, já ouviu ou leu algo a respeito? Não sei se tem algo de real nisso mas venho observando a minha que está na segunda floração do ano e o aumento das pintas foi proporcional ao aumento das flores nesta floração... Loucura orquidófila minha ou procede? Excelente artigo, querido. Paz e bem a todos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Roseana, tomara que sim! É verdade, já li alguns afirmarem que as pintas são resultado da presença de vírus. Não sei se é verdade, mas observo que, se for, ele não prejudica a planta. Acompanho exemplares há anos, com as pintas, e vão bem, florescendo sempre. Como a sua orquídea, parabéns!

      Eu acho que o aumento de pintas está relacionado ao aumento da luminosidade. E quanto mais luz, mais flores! Mas também é apenas uma suposição, não sei se tem fundamento.

      Muito obrigado pelo comentário, com sua valiosa contribuição ao artigo!

      Um grande abraço!

      Excluir
  5. Você disse que perdeu uma planta por usar substrato errado, mas qual o correto? Eu tenho uma oncidium twinkle Red fantasy que veio sem substrato, plantei em casca de pinus com carvão e musgo sfagno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, André! O substrato correto vai depender muito do clima da sua cidade, do seu local de cultivo, etc. Como eu cultivo na varanda do apartamento, com muito sol e vento, apenas casca de pinus com carvão (que é o que eu utilizei no passado) não foi suficiente para segurar a umidade. Atualmente, uso sphagnum puro, em vaso de plástico. Tudo para aumentar os níveis de umidade. Mas isso varia de acordo com cada clima.

      Um grande abraço!

      Excluir
  6. Que bela foto!!! Na torcida para que desabrochem flores deslumbrantes! Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alexia, que bom saber que gostou da foto! Eu achei bem diferente, fico contente! Muito obrigado pelo comentário e pela torcida, vamos aguardar!

      Um grande abraço!

      Excluir
  7. Olá Sérgio; que história hein??!!
    Rapaz, tomara q vc tenha mt sorte com esta florada!
    E olha que coincidência, tb possui um twinkle, sendo o "wine red" e que incrível: está com 4 pequenas hastes em 2 bulbos. Será a primeira floração comigo, já aguardo ansioso!
    Vamos aguardar "nossas" flores! Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jalo, que legal! Também acho linda esta variedade vermelha, parabéns! Combinado, vamos torcer para que venham belas e saudáveis. Muito obrigado pelo comentário e pelo apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir
  8. Eu tenho aqui em casa muitos exemplares de oncidium daquela mais simples, a "chuva de ouro". Eu ganhei as mudas da minha avó que tem uma árvore no quintal cheia de touceiras. A única que floresceu aqui em casa deu uma floração mixuruca com flores minúsculas, menos da metade do tamanho das flores que nascem na árvore e a maioria dos botões florais secou e caiu... Acho que as oncidium são temperamentais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jade, que pena! Eu também acho que são temperamentais estas orquídeas. Em alguns lugares, vão muito bem, em outros, nem tanto. Aqui também tenho dificuldades com elas. Mas que bom saber que se desenvolvem bem nas árvores. Muito obrigado pelo comentário e por compartilhar sua experiência!

      Um grande abraço!

      Excluir
  9. Sergio, não sou muito afeito em comentários, mas como tenho uma Twinke, resolvi comentar. A minha pequenina, está em vaso de plástico com esfagno, veio assim, assim ficou, e estmos indo pra segunda floração sob meus cuidados, suas hastes crescem desde de março, e em julho começam as flores. Moro em Niterói_RJ , moro em apê, e ela fica nos mesmo local desde quando aqui chegou, pegando sol depois das 11hr até umas 13hr no verão, e por eu ser meio indisciplinado com as regas, seu substrato , volta e meia, seca, mas até hoje está bem bonita, e espero continue assim. boa sorte com a sua. são flores pequeninas, mas, juntas, são lindas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Henry, tudo bem? Que ótimo ler seu comentário, muito obrigado pela participação e pelas dicas de cultivo! De fato, a minha também está em sphagnum e vaso de plástico. Muito bom saber que a sua tem florescido bem, regularmente. Parabéns! Agradeço pelo apoio, espero poder trazer boas notícias, em breve!

      Um grande abraço!

      Excluir
    2. Sergio,ontem contei as hastes,são oito. A minha é uma twinke charm. Abraço

      Excluir
    3. Muito legal, Henry! A floração vai ser espetacular, parabéns! Abraços!

      Excluir
  10. Olá,amigo Sérgio!
    Que surpresa mais linda e delicada, chegar até aqui e encontrar esta tua orquídea preciosa e com tantas hastes florais!!! Realmente fiquei encantada e muito contente por você! E depois de conhecer esta tua antiga estória, sobre a outra orquídea que você perdeu, fiquei mais animada ainda, afinal, de alguma maneira "mágica", parece que o destino resolveu adoçar as tuas lembranças, trazendo a esperança de ainda mais novas e belas flores! Vou torcer muito para que tudo dê certo dessa vez, e logo,logo, você vai estar nos mostrando toda a beleza dessa maravilhosa floração!
    Meu abraço grande e uma semana iluminada e florida pra ti!!!
    Teresa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Teresa! Que bom contar com o seu apoio e incentivo neste momento delicado! Com certeza, espero que desta vez a coisa vá para frente. Muito obrigado pelo carinho e torcida, adoro receber sua visita!

      Um grande abraço e uma excelente semana para você também!

      Excluir
  11. Oi Sérgio, tenho uma Oncidium Twinkle de 4 anos, mas eu ganhei ela de presente e não sei direito como cuidar, ela está em um vaso cerâmico, não sei direito comi regar e nem nada sobre o substrato, ela acabou de perder todas as flores e tenho dúvida sobre se corto o caule onde dão as flores ou se deixo assim. Enfim, não sei nada sobre orquídeas, tenho somente experiência com bonsai, e estou precisando de ajuda. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabriela, tudo bem? No caso do Oncidium Twinkle, a haste que deu flores não voltará a florescer. Você pode cortá-la, bem junto à base. Um novo pseudobulbo irá nascer e florescer. Ele não gosta de substrato muito encharcado, apenas levemente úmido. Aqui na seção Dicas de Cultivo existem outros artigos que podem ajudar. Muito obrigado pela visita!

      Um grande abraço!

      Excluir