Mini-orquídea Sl. Marriotiana


MIni-orquídea Sophrolaelia Marriotiana
Sophrolaelia Marriotiana

Esta simpática mini-orquídea laranja, Sophrolaelia Marriotiana, floresceu uma única vez aqui no apartamento, em novembro do ano passado. Como ainda possuía algumas fotos inéditas desta floração, decidi mostrá-las a vocês, enquanto aguardamos novas flores.

Gosto de fotografar estas pequenas orquídeas próximas a joias para dar uma noção do tamanho diminuto de suas flores. Esta estrela alaranjada, apesar do porte mignon, destaca-se pelo seu colorido incandescente. Ela é filha de uma famosa mini-orquídea vermelha, a Sophronitis coccinea com a amarelíssima Laelia flava. Como resultado, temos uma pintura em diferentes tons de laranja, com discretos veios avermelhados.

Trata-se de uma orquídea que cresce vigorosamente. Ao contrário de seus pais, considerados de difícil cultivo, este híbrido emite novos brotos a todo momento, em diferentes frentes. Infelizmente, já estamos na segunda geração de pseudobulbos, desde a primeira floração, até agora sem sinal de botões florais. A planta tem recebido bastante luminosidade, estando inclusive com as folhas meio avermelhadas. O bom é que, quando as flores vierem, será um bonito espetáculo, dada à grande quantidade de frentes. Só nos resta aguardar!

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Oi, Alexia, é verdade! Bela comparação, muito obrigado pela visita e pelo comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Amigo, estou estasiada com esta princesa. Ela é linda. Sonho um dia ter variedades de cores formatos texturas cheiros. Nunca mais ficarei longe delas, comecei no início do mês com 4 e já estou com oito.Adoro tudo no seu blog. Estou descortinando esse mundo fantástico das orquídeas. Nasci com o dedo verde ou como minha mãe dizia: - com as mãos na terra, amo plantar, ver crescer, cuidar, vigiar, e agora tenho todo esse apoio e encorajamento, é fantástico. Deus lhe abençoe e não permita que tu desistas desse lindo mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana Lúcia, tudo bem? Fico muito contente por saber que gostou desta orquídea! Que ótimo saber que tem o dedo verde, parabéns por este belo dom!

      Agradeço, de coração, pelas palavras de apoio e incentivo! É graças a mensagens como a sua que me animo a continuar!

      Um grande abraço!

      Excluir
  3. Eu quero te fazer uma pergunta indiscreta, você tem o dom de fotografar com toda essa perfeição ou fez algum curso de fotografia? Sua fotos ficam maravilhosas, não consigo perceber nenhum detalhe inadequado. A dimensão que você quer nos mostrar, você consegue de uma maneira tão precisa que encanta. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana Lúcia, imagine! Fique à vontade para perguntar! Na verdade, nunca fiz um curso de fotografia. Mas confesso que não fotografo muito bem, vou mais na base da tentativa e erro. Que bom que está gostando das fotos, muito obrigado pelo carinho!

      Um grande abraço!

      Excluir
  4. Angelo Marcos Oliveira29 de maio de 2014 23:52

    É uma tortura esperar a floração dessas orquídeas. Em contrapartida, quando suas flores se apresentam, chega a ser quase um milagre de tamanha beleza e perfeição, vale a pena cada segundo aguardado. Fico pasmo e só me resta apreciar.
    Parabéns pelo trabalho, Sergio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ângelo, é verdade! Também sofro bastante aguardando as florações, principalmente daquelas que nunca vi. E, de fato, é deslumbrante poder apreciar este milagre da natureza.

      Muito obrigado pelo comentário e pelas palavras de apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir