O poder terapêutico de cultivar orquídeas


Orquídea Cymbidium híbrida
Cymbidium híbrido

Quando comecei a cultivar orquídeas, buscava uma distração para o terrível stress de acompanhar a bolsa de valores, dia e noite. Apesar do início tumultuado, todo errado, aos poucos fui percebendo que os benefícios desta atividade estavam caminhando para muito além. A tal ponto que hoje, ao olhar para trás, percebo que estas pequenas criaturas verdes conseguiram transformar a minha vida.

O que eu não sabia, e acabei descobrindo sem querer, é que a jardinagem já vem sendo prescrita como auxiliar no tratamento de diversos problemas psicológicos, desde o século XVIII. Garden Therapy ou Horticultural Therapy são métodos que colocam os pacientes em contato com a natureza, seja contemplando um jardim florido ou cultivando uma horta. O próprio Vincent Van Gogh beneficiou-se deste tipo de tratamento, produzindo belíssimas obras inspiradas nas flores, durante o período em que esteve internado, na Provence.

No meu caso, particularmente, o ato de cultivar orquídeas em apartamento trouxe consigo um aspecto desafiador. Ao me dedicar ao estudo das melhores condições de cultivo, acabei reencontrando uma paixão que já havia esquecido, ao abandonar a carreira acadêmica. Diferentemente desta última, pude ver em cada nova floração a recompensa por anos de estudo e dedicação. Este blog, que nasceu como um veículo para registrar estes momentos mágicos, acabou atingindo proporções que eu nem sequer havia vislumbrado.

Tenho recebido muitos relatos de leitoras que enfrentam problemas emocionais, de depressão, ansiedade, e que encontraram no cultivo de orquídeas o alívio para vários destes sintomas. Tendo vivido na pele estes transtornos, sinto uma grande compaixão por estas pessoas. Neste sentido, muito me alegra saber que não sou o único beneficiado por esta atividade, a princípio banal, mas que revela-se poderosa na restauração do nosso bem estar mental.


Video: Onde cultivo as Orquídeas no Apê

Pequeno tour pela sacada onde são cultivadas as orquídeas publicadas no blog. O orquidário vertical está em uma varanda que mede 3 m x 50 cm e é basicamente composto por três prateleiras em cada lateral das janelas centrais.


14 comentários:

  1. Sem sombra de dúvidas, o cultivo de orquídeas é algo reconfortante, gratificante e desafiador. É uma terapia, com benefícios a quem o pratica, cujo resultado é a beleza. Muitos não entendem, mas quem cultiva uma única planta, pode perceber as mudanças em si mesmo. É um exercício, um aprendizado. Parabéns pela clareza do texto e por nos permitir compartilhar de sentimentos parecidos. Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alexia, tudo bem? Que bom saber que gostou do texto. Seu comentário veio a contribuir imensamente, muito obrigado pela participação!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. muito pertinente seu artigo sobre terapia através das flores. Assim como tem terapia com cavalos, cães, etc. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Keiko, tudo bem? É verdade, muito bem lembrado! São interações que sempre nos trazem benefícios. Que bom que gostou, muito obrigado pela visita e apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir
  3. Você sempre se supera na sua forma de interagir com espontaneidade!!! Parabéns, meu amigo!!! Certamente só temos a ganhar!!!
    Boa noite e lindos sonhos floridos!!! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Helô, tudo bem? Que ótimo receber a sua visita, fiquei muito feliz com seu comentário! Muito obrigado pelo carinho e apoio, sempre!

      Beijos e uma ótima noite para você também!

      Excluir
  4. O que aprendi com as orquídeas foi a ter paciencia. Artigo escasso hj em dia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem? Pois é, concordo com você! Muito obrigado pela participação!

      Um grande abraço!

      Excluir
  5. Eu tb depois que minha primeira filha faleceu com 7 dias de nascida quase q enlouquecia, ai quando vir no fundo da minha casa uma orquídea florida na árvore achei linda ai comecei a cuidar e hj tenho várias q foram o meu verdadeiro incentivo p continuar levando minha vida a frente em meia a pior perda da minha vida q foi meu bb, hj cultivo minhas orquídeas e posso afirmar q elas m acalmam e muito quando me sinto agitada, as coisas de Jeová Deus são perfeitas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, Liane! Sinto muito por esta perda terrível. Mas que alegria saber que as orquídea a ajudaram a atravessar este momento difícil. São, sem dúvida, presentes de Deus em forma de flores. Muito obrigado por compartilhar sua experiência, agradeço de coração pela mensagem!

      Um grande abraço!

      Excluir
  6. Olá, amigos! Parabéns pelos relatos. Passei por circunstâncias parecidas. Eu estava prestes a jogar a toalha e me afundar numa depressão, quando numa caminhada à noite numa estrada caí sobre um recape de pneus (aqueles recapes que se encontram na beira da estrada - as vezes inteiros). No dia seguinte fui recolher esse recape e pensei: vou inventar algo com isso. levei-o para casa, pintei-o e coloquei-o nos fundos da casa e fiz um pequeno canteiro, enchi-o de terra e plantei "onze horas" aquela plantinha que em poucos dias recobre o espaço e enche de flores. Diariamente molhei o canteiro e em poucos dias a cobertura coberta de flores vermelhas. A experiencia me deu muita satisfação e corri quilômetros e mais quilômetros atrás de recapes de pneus. Assim recolhi 97 recapes e transformei todos eles em canteiros onde cultivo verduras, ervas medicinais, folhagens e algumas fpantas exóticas.. e o jardim não parou por aí. Precisava de muita água. Adquiri uma caixa de 10 mil litros de água e recolho da chuva. Como aqui no Oeste do Paraná chove regulamente a cada 10 ou 15 dias, posso gastar aproximadamente 500 litros de água por dia. além disse fiz uma armação pra produzir maracujá - fruta que está apodrecendo tão grande foi a produção nesse ano. Fiz uma armação sobre a caixa de água, semi enterrada e lá plantei chuchu. além de manter a água fresca, tenho uma produção de chuchu abundante. Ainda não satisfeito, construí uma estufa 4 x 6 para a produção de verduras durante o verão. Continuando a minha lida, construí um quiosque no fundo do terreno e nos últimos meses, depois de ler artigos do sr. Sérgio O. Junior parti para o cultivo de orquídeas. Construí um pequeno orquidário 3 x 4 metros e tenho no momento perto de 100 vasos de orquídeas. Como tudo é novidade, procuro informações na net e aos poucos as orquídeas não são mais desconhecidas. Vale ressaltar que em nenhum momento contratei mão de obra. Fiz tudo sozinho, do meu jeito. Por isso, amigos que visitam essa página, a jardinagem é, sem dúvida, uma terapia fantástica que manda a depressão e outros distúrbios mentais para o espaço. Desculpe-me se fui prolixo na descrição, mas quando se encontra uma saída para os problemas, vale a pena compartilhar com aqueles que talvez viveram experiencias parecidas ou necessitam de informações. Abraço - Canísio Frai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Canísio! Que belíssimo, emocionante e inspirador o seu relato! Fico imensamente feliz por saber que as plantas o ajudaram a superar a depressão. E que lindo exemplo de reaproveitamento, reciclagem e criatividade. Parabéns!

      Muito obrigado pelo seu comentário, agradeço de coração a você por compartilhar conosco sua experiência!

      Um grande abraço e tudo de bom!

      Excluir
  7. Tenho poucas orquídeas, que quando dão flores fico apreciando a beleza delas!
    Gostei da sua página, vou seguir.
    joturquezzamundial
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem? Que ótimo saber disso, muito obrigado pela visita e pelo apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir