Dendrobium secundum - Botão floral


Orquídea Dendrobium secundum
Dendrobium secundum

Conforme combinado, trago notícias sobre a evolução desta exótica orquídea, o Dendrobium secundum. Há alguns dias, percebi o surgimento de uma estranha estrutura no ápice de um dos pseudobulbos da pequena muda. Como era jovem demais para florescer, duvidei que se tratasse de um botão floral.

Estava enganado. Hoje, já podemos ver claramente o início do desenvolvimento de uma única flor. O fato é curioso porque esta orquídea costuma produzir uma longa inflorescência, constituída por uma haste repleta de minúsculas flores na cor magenta. A aparência do conjunto é de uma escova para limpar mamadeiras.

Aparentemente, esta pequena orquídea resolveu nos contemplar com uma amostra grátis. Apesar da floração atípica e incipiente, um pequeno detalhe na aparência deste botão floral deixou-me bastante esperançoso. Conto a boa notícia para vocês em breve, caso minhas suspeitas se confirmem. Até o próximo boletim!

8 comentários:

  1. Por que será que nos traz a ideia de uma "doce" e "meiga' flor???....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Suely, é verdade! Também tenho esta impressão. Vamos ver como ela sairá. Muito obrigado pelo carinho do seu comentário!

      Um grande abraço e tudo de bom!

      Excluir
  2. Ai... que lindo!!! Aqui, cheia de expectativa e curiosidade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Alexia! Também achei este botãozinho uma graça. Prometo trazer novidades, em breve! Muito obrigado pela visita e interesse!

      Um grande abraço e até mais!

      Excluir
  3. Olá Sérgio,
    Mesmo com uma só flor não deixa de ser uma surpresa muito agradável. Espero para ver essa beleza em pormenor, de um género tão vasto e rico.
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Américo! Tudo bem? Pois é, eu já fico satisfeito com esta pequena flor. Vamos ver como sairá! Que ótimo receber sua visita, muito obrigado pelo comentário e pelo interesse!

      Um grande abraço!

      Excluir
  4. Olá Sérgio,

    Recentemente adiquiri dois exemplares de Demdobrium, um de cor verde, meio amarela e outro roxo escuro. Ambos vieram com 3 ou 4 hastes carregadas de botões florais e algumas flores abertas. Ao chegar em casa procedi ao plantio, tirei as orquídeas do vaso de plástico e passei para um de fibra de coco. Verifiquei as raízes e constatei que estava tudo ok. Aproveitei o substrato para o replantei, casca de pinos. O problema é que a Demdobrium de cor roxa não quer abrir os seus botões, os mesmos crescem, mas abortam. Já a de cor, floração, verde amarelada está numa inflorescência só, botões abrindo a todo vapor. O que pode estar acontecendo com a roxa? Você poderia me dar uma orientação?

    Abraço,

    Bruno Alcântara 🙏

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruno! Que pena. Neste caso, acho que o principal ponto é não replantar a orquídea enquanto ela estiver com botões florais ou flores abertas. Este processo pode estressar a planta e abortar a floração. Não é sempre que ocorre, mas é um risco. Acho que pode ter sido este o caso da orquídea roxa.

      O vaso de fibra de coco possui uma espécie de cola que parece ser tóxica às raízes das orquídeas. O pessoal costuma recomendar evitá-lo. O ideal é utilizar o de plástico ou o de barro.

      Um grande abraço!

      Excluir