Uma micro-orquídea valente


Micro-orquídea Phymatidium delicatulum
Phymatidium delicatulum

Ganhei esta delicada micro-orquídea da orquidófila Elza Kurauchi, no início deste ano. Quando a recebi, estava aninhada em uma tampinha de desodorante e portava várias micro cápsulas de sementes. Fiquei tão encantado que logo publiquei uma foto deste presente especial.

Junto com a alegria do momento, fui tomado por uma grande apreensão. Afinal, já havia matado diversas outras micro-orquídeas aqui na árida varanda do 10º andar. Fazendo jus ao nome, a micro-orquídea Phymatidium delicatulum é conhecida pelo cultivo difícil, já que necessita de um local sombreado e com bastante umidade relativa do ar. A planta assemelha-se a um musgo, daqueles que costumam secar e morrer subitamente nas minhas mãos.

Como sou apaixonado por esta orquídea, e em consideração à grande amiga que ma presenteou, decidi encarar o desafio de ao menos tentar mantê-la viva. Fiz o plantio em um pequeno vaso plástico contendo sphagnum e argila expandida no fundo. O vaso, por sua vez, fica sobre uma bandeja contendo uma camada de argila expandida, encobrindo uma lâmina permanente de água. Ao contrário das demais orquídeas, jamais deixo que o sphagnum seque. Nos dias mais quentes e secos, borrifo água duas vezes ao dia sobre este vasinho.

Os meses se passaram e eu estava feliz da vida por notar que a orquídea continuava viva. Um fato que muito me alegrou foi observar minúsculas raízes nascendo das pequenas touceiras cabeludas. Uma vitória para um ex serial killer de micro-orquídeas. Como se não bastasse, há alguns dias fui xeretar o vaso e percebi duas belíssimas hastes florais em desenvolvimento. Na foto acima, estão ao redor do diamante. Várias outras parecem estar em formação. Não me contive de felicidade e vim correndo mostrar para vocês. Como de costume, prometo trazer fotos das flores em um futuro próximo, se tudo correr bem.


Video: Orquídeas e joias, uma rara combinação

Coletânea de fotos de orquídeas com joias, publicadas no blog Orquídeas no Apê. Audiovisual com imagens em alta definição e trilha sonora. Novas orquídeas a cada semana.

22 comentários:

  1. Que espetáculo: flores de diamantes!! Que surpresa fantástica! Como sempre digo, a orquidofilia é uma fonte permanente de ensinamentos, onde se exercita a paciência e a tolerância e se aprende a dividir os resultados. Com paciência chinesa estaremos aguardando que os diamantes eclodam, mostrando todo seu esplendor. Felicidades!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, Alexia! Que bela mensagem, concordo plenamente com você! Evoluímos e aprendemos bastante com estas pequenas. Espero trazer os diamantes em seu esplendor, bem breve! Muito obrigado pelo carinho e apoio das suas palavras, adorei!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Luzineide dos Santos de Carvalho31 de outubro de 2013 19:56

    Olá!Sergio.Já pensava se você não postaria nada hoje?! Lembro deste 1º art. e reli agora rapidinho p/não perder o foco. Não concordo c/o seu serial killer, é ser muito severo contigo.

    Fico muito feliz, juntamente contigo.teremos mais uma bela por vir. Desde já parabéns!

    Abraços.

    Luzineide

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luzineide! Pois é, hoje cheguei um pouco atrasado! Mas que ótimo saber que já havia lido o outro artigo. Muito obrigado por acompanhar estas pequenas trajetórias, sou sempre muito grato pelo seu apoio e interesse!

      Um grande abraço!

      Excluir
  3. Sergio, que linda esta micro-orquídea! Ver raízes novas crescendo é muito gratificante mesmo, não é? Estou curioso pelas flores...

    Tenho atualmente uma micro-orquídea não identificada, espero que ela floresça logo para eu tentar identificá-la.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Neemias, tudo bem? Com certeza, cada pequena evolução destas pequenas é motivo de alegria! Também mal vejo a hora de fotografar as flores.

      Também torço para que a sua floresça em breve. Muito obrigado pela visita e pelo comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
  4. Oi Sergio! Parabéns pela joiazinha q vc tem, as minhas estão dando as primeiras florzinhas. Abç.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Flávia, tudo bem? Que legal, parabéns! Suas micro-orquídeas são fantásticas. Muito obrigado pela visita e comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
  5. Olá Sérgio,
    A planta está viçosa e muito bonita. Vai ver que vai apanhar o jeito e continuar a cultivar novas micro. Para todos nós, a orquidofilia é um constante desafio de novas aprendizagens, de insucessos, mas também de muitos sucessos. É este, precisamente, um dos seus maiores encantos.
    Fico esperando que nos mostre essas hastes bem floridas, pois é uma espécie desconhecida para mim.
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Américo!

      Pois é, foi para mim uma grata surpresa ver esta orquídea sobreviver e começar a florescer. Concordo com você, são estes pequenos acontecimentos que nos recompensam por todo o esforço.

      Prometo que trago a foto das flores assim que se abrirem. Acho que vai gostar!

      Muito obrigado pela visita e pelas palavras de apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir
    2. Parabéns Sergio ela esta mesmo muito linda.E tao bom saber que ela alem de sobreviver ela ainda vai lhe dar umas flores de presente.

      Excluir
    3. Oi, Elenice, tudo bem? Pois é, foi uma grande alegria para mim! Que ótimo receber sua visita, muito obrigado pela consideração!

      Um grande abraço!

      Excluir
  6. Formidável Sérgio, parabéns!
    Agora, incrível mesmo como esta sua micro (é pequenina demais)!
    Tomara que possamos ver suas flores!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jalo! Pois é, também fico impressionado com o tamanho desta micro. Prometo que mostro as flores, assim que abrirem!

      Muito obrigado pela visita e interesse!

      Um grande abraço!

      Excluir
  7. Concordo com você, já levei uma a óbito e a outra está tipo mumificada.
    Vi a planta da Flávia está linda com florzinha.
    abraços e boa noite

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bete! Pois é, esta menina é bem exigente. Não sei se vou conseguir mantê-la até a floração. Vi a orquídea da Flávia, está belíssima!

      Muito obrigado pela visita e comentário!

      Um grande abraço e uma ótima noite!

      Excluir
  8. Sem dúvida, Sérgio, esta pequeníssima e tão delicada orquídea é um verdadeiro exemplo de como a vida pode nos encantar através uma forma tão fascinante! Fiquei daqui admirada, imaginando este "ser" tão precioso, mas que pode fazer morada numa "tampinha de desodorante"... Parece tudo tão mágico e terno! Realmente, a cada dia, estas plantas maravilhosas que são as orquídeas, sempre nos surpreendem e nos convidam à compartilhar os pequeninos e tão valorosos "milagres da vida"... E eu cada vez mais compreendo,que conviver com essas plantas fabulosas é um grande privilégio!
    Tudo de bom pra você e pra estas tuas magníficas orquídeas!!!
    Teresa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Teresa, tudo bem? Sempre fico encantado com a ternura e carinho das suas mensagens! De fato, conviver com estas pequenas é um constante aprendizado. Fico muito contente em saber que gostou desta orquídea! Mal vejo a hora de presenciar sua floração.

      Muito obrigado pela visita e apoio, sempre!

      Um grande abraço e tudo de bom!

      Excluir
  9. Boa tarde meu amigo Sergio, tb tenho esta pequena Phymatidium, mas ao contrario a minha esta em um pequeno galho de mato de onde ela veio da Serra do Japi, assim como as dezenas de outras que se encontram tb, todas estão a quase sol pleno, a minha deve florir agora este mês ou em janeiro, vou postar fotos da minha para vc ver, estou cultivando em sombrite 50% e molho apenas uma vez por semana................rs

    Abraços adoro visitar seu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Wil e Gis, tudo bem? Que ótimo vê-los por aqui!

      Mas que interessante o seu cultivo, muito obrigado por compartilhar. Aqui as condições são mais secas e artificiais. Poste as fotos, sim, vou adorar conhecer sua Phymatidium!

      Muito obrigado pela visita, um grande abraço!

      Excluir
  10. Tenho uma tb e sei como da mesmo medo q ela morra. Molho ela várias vezes ao dia quando estou em casa e pelo menos 1x quando estou trabalhando. É um tipo de orquídea q nunca deixa vc esquecer dela. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Debora, tudo bem? Perdão pela demora em responder! Coincidentemente, acabo de perder a minha. De fato, é uma planta bastante delicada e que demanda muita atenção! Aqui, acho que o problema foi o sol muito quente, embora eu tenha tentado protegê-la ao máximo. Mas muito obrigado pelo comentário, adorei a visita! Tudo de bom para você e sua família, um excelente 2015 a todos!

      Um grande abraço e até mais!

      Excluir