Espatas em orquídeas: Sempre há esperança


Orquídea Sophrolaeliocattleya Jewel Box 'Dark Waters'
Sophrolaeliocattleya Jewel Box 'Dark Waters'

A orquídea da foto acima fez jus ao nome, antes mesmo de florescer. A imagem mostra um pequeno tesouro, escondido dentro da espata desta Sophrolaeliocattleya Jewel Box (caixa de joias). Uma grata surpresa.

Eu comprei esta orquídea há alguns anos, como uma pequena muda. Sabia que demoraria para florescer e, portanto, não criei muita expectativa sobre seu desenvolvimento. Ocorre que, em novembro do ano passado, durante a formação de dois novos pseudobulbos, notei algo de diferente na planta. Demorei para acreditar, mas com o passar do tempo, veio a confirmação: eram espatas!

Já comentei com vocês sobre a ampla variedade de peças que as espatas em orquídeas podem nos pregar. Ainda assim, fiquei esperançoso e acompanhei atentamente seu desenvolvimento. Os meses se passaram até que, em maio deste ano, notei que as espatas, além de continuarem vazias, começaram a secar. Foi um grande desgosto. Achei que estava tudo perdido e parei de observá-las.

Para minha surpresa, há alguns dias, percebo que ambas começaram a desenvolver pequenos botões florais. Nove meses após o surgimento das espatas! Aprendi que, mesmo estando secas e desenganadas, estas criaturas podem nos surpreender positivamente. Como de costume, manterei vocês atualizados sobre o estado destas caixinhas de joias.

14 comentários:

  1. Parabéns Sergio, esperamos que o final feliz e desfrutar o bloom, abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Angel Mar!

      Tudo bem? Pois é, também espero que corra tudo bem! Que ótimo recebê-lo por aqui, muito obrigado pelo interesse e pela torcida!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Boa noite Sérgio, sinceramente eu acho lindo a maneira como você fala das orquídea, o amor, carinho e a dedicação que demonstra e tanta sensibilidade encanta. Com certeza vai sair desta caixinha de joia, uma bela flor. Ficamos no aguardo e na torcida. Um beijo querido e é sempre um prazer vir aqui.
    Se tiver tempo, leia a poesia deste link que vou deixar é uma homenagem às flores (algumas) e a orquídea está lá.
    http://poesiasesonetos.blogspot.com.br/2013/08/no-jardim-ha-vida-reeditada.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nádia, boa noite!

      Imagine, é muita gentileza sua! Fico muito feliz por ler a opinião de uma pessoa sensível e talentosa, como você. Muito obrigado pelo carinho!

      Li seu poema e adorei! Acho seu trabalho muito bonito e inspirado, parabéns!

      Beijos e tudo de bom!

      Excluir
  3. Olá,Sérgio!
    Ah,meu amigo, adorei o nome dessa orquídea,que como você nos disse,tem tudo a ver com o comportamento surpreendente dessa genuína flor: Uma verdadeira "caixinha de delicadas supresas"! Agora até eu estou super curiosa pra ver as flores que hão de brotar,e que devem ser mesmo preciosas jóias da natureza! E parabéns pra você por mais essas belas florações!
    Meu abraço grande pra ti!!!
    Teresa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Teresa!

      Que alegria recebê-la aqui e ler sua mensagem, sempre carinhosa e alto astral! De fato, também estou bastante curioso para ver esta flor aberta. Muito obrigado pelo interesse e pela torcida, vou mantendo-a informada sobre o processo!

      Um grande abraço e tudo de bom!

      Excluir
  4. Puxa! E que surpresa boa...esperamos que as flores "desabrochem" de verdade! E que nome difícil da danadinha, hein! Eu nem vislumbrava! rsrsrsrsrs....Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jalon! É verdade, foi uma agradável surpresa! De fato, estes híbridos acabam recebendo uns nomes bem compridos!

      Que ótimo receber sua visita, muito obrigado pelo interesse!

      Um grande abraço!

      Excluir
  5. Olá Sérgio,
    O aparecimento das espatas é sempre uma agradável sensação para nós, pois é o indício de novas florações. Estou curioso por ver a concretização dessa "promessa", que se vai concretizar, com toda a certeza.
    Há algumas espécies de Cattleyas em que é normal as hastes florais surgirem de espatas "secas", que muitas vezes apenas despontam no ano seguinte.
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Américo!

      Concordo com você, é sempre uma grande expectativa! Vamos ver se corre tudo bem com estes botões.

      Bem lembrado, eu já havia lido sobre este fenômeno das florações a partir de espatas secas, mas nunca havia presenciado uma!

      Muito obrigado pela visita e pelas informações, sempre preciosas.

      Um grande abraço!

      Excluir
  6. Oi Sérgio!
    Encantada com o desabrochar desta beleza de orquídea.
    Tenho uma Bic Alma Kee comprada em uma exposição em agosto de 2015, e já com duas flores. Porém, para minha tristeza depois da florada, ela apresentou uma mancha marrom redonda com as beiradas mais claras em algumas folhas. Quais os cuidados que devo tomar para não perder minha orquídea que já está aparecendo uma bela e nova folha? Agradeço se puder me orientar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem? Que pena. Para termos certeza, seria preciso ver uma foto desta folha manchada. Pela sua descrição, esta mancha pode ter sido causada pela exposição ao sol. Se for este o caso, basta colocar a orquídea em um local que não pegue sol direto ou que este seja filtrado por uma tela de sombreamento. Mas também podem ser fungos, bactérias. Um grande abraço!

      Excluir
  7. Oi Sérgio, boa noite! Ela está na varanda onde pega muito pouco sol da manhä, mas vou ficar atenta e seguir sua orientaçäo.
    Agradeço, Regina.
    Regina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Regina! Ah, que bom, torço para que ela fique bem. Imagine, de nada!

      Excluir