Uma mini-orquídea sob o sol


Mini-orquídea Laeliocattleya Pink Favourite
Laeliocattleya Pink Favourite

Fazendo jus ao nome, esta mini-orquídea Pink Favourite de fato está entre as que eu mais aprecio. Recentemente, comentei sobre a chegada desta flor tão aguardada. E, conforme prometido, trago esta foto em close up do labelo, a pétala modificada que tem o importante papel de atrair insetos e dar acesso aos órgãos reprodutores da flor. Devido à sua função, costuma ser a estrutura mais chamativa de uma orquídea. Este labelo chamou-me a atenção pelos seus veios em tons de vermelho e púrpura sobre o fundo amarelo.

Seguindo uma tendência que comecei a experimentar há algum tempo, fotografei esta miniatura de Cattleya sob a luz do sol, o que acabou revelando uma interessante textura cintilante, realçando ainda mais o fascinante tom magenta de suas pétalas e sépalas. Embora seja filha de uma orquídea perfumadíssima, a Cattleya walkeriana, esta miniatura não possui aroma algum, infelizmente. Mas a beleza da flor, aliada ao porte compacto da parte vegetativa, compensam este pequeno porém.

18 comentários:

  1. Reconozco que adoro las rosas, pero magnificencia de las orquídeas me ha superado.
    Es una flor por más atractiva , debe ser todo un arte cultivarla y verla crecer.
    Bellísimo post, te dejo un fuerte abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cristina! Que legal, também adoro rosas! Mas não posso cultivar tudo o que gosto, por falta de espaço. De fato, o cultivo de orquídeas dá um pouco de trabalho e requer bastante estudo. Mas vale a pena!

      Que bom saber que gostou, muito obrigado pelo seu carinho e apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Oi, Vânia! Que bom, muito obrigado pela visita e comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
  3. Nossa, a beleza da natureza é de tira o fôlego!!
    Linda demais sua foto Sergio!
    Ah, vou aproveitar e dar uma explicação rapidinha sobre o meu blog.
    Eu tinha 40 anos e adorava os blogs de decor, nem comentar eu sabia até que meu filho fez uma conta do google pra que eu pudesse participar. Aí sim comecei a comentar e fazer algumas amizades.
    Um pouco depois minha filha com 0 anos começou a fazer uns trabalhos manuais e disse que ia criar um blog pra ela. E eu fiquei assim de boca aberta.. Como criar um blog? como vc aprendeu isto? ela disse sozinha!
    Eu não tinha a mínima ideia de onde surgia um blog, de como era fácil fazer um e ainda nem sonhava em ter. Bem, fui pedindo para as amigas blogueiras a visitarem e fui dando pitacos nas postagens. Aí estas amigas começaram a dar um incentivo pra que eu fizesse um também antes que tomasse conta do blog da filha,ahaha.
    depois de muita indecisão do nome surgiu o jeito de casa em 2009. e como já tinha estas amizades meu blog não nasceu sem comentários, já tinha uma força legal. Na verdade se não fosse minha filha eu não teria blog e ela ia me ensinado a usar as ferramentas, fato que não sou mito boa nelas até hoje, rs. O blog dela parou, ela criou outro há dois anos que deixou parado também. Ela não tinha paciência pra ficar comentando e tal.
    Essa é minha história, de dona de casa a blogueira. Por sorte os filhos já estavam crescidinhos e pude me dedicar bastante. Meu filho esta com 20 e ela com 14, e o marido sofre com a esposa blogueira que ta sempre com a cabeça ligada na blogosfera.

    abraços


    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! Que bom que gostou da foto, muito obrigado pelo apoio!

      Adorei conhecer a história do Jeito de Casa! Que interessante, achei lindo o modo como seus filhos a incentivaram a começar. Provavelmente, nenhum de vocês imaginaria o sucesso que o blog iria fazer. Fico impressionado com o número de fãs no Facebook, os comentários e os anunciantes. Parabéns pelo belíssimo trabalho!

      Muito obrigado pela visita e por compartilhar o início desta história de sucesso!

      Um grande abraço!

      Excluir
  4. Linda flor e linda foto! Com a exposição que teve em Brasília esse final de semana, comprei uma orquidea com flores que quando vista na luz do sol, tem esse brilho especial. Vou tentar tirar uma foto, mas não garanto que saia como o seu rsrsrs. Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cíntia! Que legal, tira a foto sim, acho que vai ficar maravilhosa! Fiquei curioso para conhecer a sua nova orquídea.

      Que bom saber que gostou, muito obrigado pela visita e pelo comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
  5. Oi Sergio, boa tarde!
    Mais uma das suas mini-orquídeas estrelas de primeira grandeza!
    São pequeninas, mas tem um temperamento fortíssimo!
    Esta então, já é PINK pela própria natureza!

    Belíssima, delicada, se expondo preguiçosamente ao sol e usufruindo de seus raios para torna-se ainda mais bela e iluminada!
    Como se já não fosse linda o bastante para os nosso olhos não é?
    Ainda mais, em tons de magenta. (Já te disse que amo essa cor e chamá-la assim é tão mais requintado não é mesmo?)

    Aprendi mais uma lição hoje: sobre o labelo. Que incrível que é esta pétala no tom amarelinho clarinho rodeado das listras bem fininhas no tom púrpura. Show de beleza, sem dúvida! Realmente é a parte mais atraente da orquídea e cumpre perfeitamente sua função de atrair os insetos. Eu, que não sou nenhum inseto, me senti atraída, imagina eles, tão pequeninos diante desta belezura? rsrs

    Gostei demais, me sinto tão bem aqui, é um refúgio para os olhos e descanso para a alma!!
    Abraços amigo!
    Tenha uma excelente semana!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Adriana, boa tarde!

      Pois é, você acertou em cheio! Esta é pequena e tem o temperamento forte, hehehe! Que bom saber que gostou, fico contente com a sua visita e comentário, sempre!

      Também acho magenta super chic, concordo com você! E, de fato, este labelo é uma coisa fora de série. Fico contente que tenha se sentido atraída por ele, acho que a orquídea ficou lisonjeada!

      Muito obrigado pelo seu carinho e interesse! É sempre um prazer receber a sua visita!

      Um grande abraço e uma ótima semana para você também!

      Excluir
  6. De fato, perfeito! Acho que, como deve ser a vida, vc tem cada vez mais ideias e talentos otimizados... Essa foto mostra, de verdade, a vida presente nesta flor, as veias mais "íntimas" e intrínsecas! Boa noite!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jalon! Que belas palavras, concordo com você! Admiro seu talento para a poesia, este dom eu não tenho. Muito obrigado pela visita e pelo comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
  7. Toda ela é lindíssima, mas é precisamente do labelo que eu gosto mais. Só poderia ter como origem uma walkeriana, a minha Cattleya preferida.
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Américo! Tem razão, este labelo é uma coisa espetacular. Também gosto muito da walkeriana, ainda pretendo ter uma adulta. Muito obrigado pela visita!

      Um grande abraço!

      Excluir
  8. Perfeita mesmo :)
    Não só as flores, como toda a natureza tem o poder de nos deixar em paz.

    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanda! É verdade, muito bem dito. Que ótimo saber que gostou, muito obrigado pela visita!

      Um grande abraço!

      Excluir
  9. Luzineide dos Santos de Carvalho11 de outubro de 2013 18:21

    Como a natureza pode nos presentear com tão "únicos exemplares" de maravilhas; que nossos olhos nem acreditam. E a foto claro não esconde em nada esta beleza. Parabéns! Sergio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luzineide! Que belas palavras, adorei sua mensagem! Concordo plenamente. Fico feliz em saber que gostou da foto, muito obrigado pelo carinho!

      Um grande abraço!

      Excluir