Uma mini-orquídea vermelha - Despertando


Botão floral da mini-orquídea Sophrolaelia Jinn
Sophrolaelia Jinn

Tenho um particular apreço pelas flores vermelhas, especialmente orquídeas. Infelizmente, não consigo tirar boas fotos de exemplares nesta coloração. Parece que este tom não costuma ser bem capturado pelas câmeras digitais. Ainda assim, sigo tentando. Principalmente quando o objeto central é um botão floral. Este da foto apresenta uma tonalidade única, nunca vi nada tão rubro.

Híbrido primário resultante do cruzamento entre Sophronitis coccinea e Laelia milleri, a Sophrolaelia Jinn foi registrada em 1966, por M. Spencer. É uma mini-orquídea única, apresentando flores grandes quando comparadas ao tamanho diminuto da parte vegetativa.

Esta planta especial já veio com os botões formados e prestes a se abrir. Foi a primeira aquisição do Minhas Plantas, portal concebido pela Carol Costa, cuja loja virtual encontra-se em fase de testes. Tive o privilégio de receber a orquídea das mãos da Carol, sempre muito cuidadosa e atenta aos mínimos detalhes da embalagem, acondicionamento e saúde das suas plantas.

18 comentários:

  1. Muito linda! Vermelho intenso! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vânia, é verdade, a cor é espetacular! Fico feliz em saber que gostou, muito obrigado pela visita e pelo apoio! Um grande abraço!

      Excluir
  2. Oi Sergio, a foto ficou linda. Imagino que essa espécie esteja mais adaptada para o clima de São Paulo, acho que a Sophronitis coccinea é da Mata Atlântica, não é?

    Admiro a tua dedicação com as orquídeas, cultivá-las exige muito conhecimento, cuidado e paciência. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Taís! É verdade, muito bem lembrado, ela é típica da Mata Atlântica, sim! A outra, Laelia milleri, ocorre em Minas Gerais. Espero que o híbrido se adapte bem às condições aqui de casa.

      Que bom, muito obrigado pelas palavras, pelo incentivo e apoio, sempre! Eu também sou fã do seu trabalho, acompanho com bastante atenção e admiração. Um grande abraço!

      Excluir
  3. Que show de imagem, suas fotos e seu blog é de tirar o folego, adoro passear por aqui.
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bete, imagine, fico feliz em saber! Muito obrigado pela visita e apoio! Um grande abraço!

      Excluir
  4. Me esqueci a minha está vindo botões.
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal! Eu conheço a sua Sl. Jinn, é linda! Acho que as pétalas e sépalas da sua são mais largas, um show! Abraços!

      Excluir
  5. Lindas as fotos e as flores! Parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Flávia! Que bom receber sua visita, fico feliz que tenha gostado! Muito obrigado pelo apoio! Abraços!

      Excluir
  6. Olá Sérgio, como vai? :)

    Pode parecer piegas para alguns, mas eu sempre me pego encantada e surpresa com a beleza da natureza! Se tem algo que realmente me impressiona é tamanha perfeição, delicadeza e poder das flores, com suas formas únicas, sua fragilidade e doçura :)
    Linda imagem e muito agradável seu texto :)

    Grande abraço e bom restinho de semana :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Samanta! Tudo bem?!

      Por aqui tudo ótimo, obrigado! Que grata surpresa receber sua visita aqui no blog. Fico feliz em saber que aprecia e se encanta com estas pequenas joias da natureza! Aliás, essa sensibilidade transparece nos seus textos e comentários.

      Muito obrigado pela visita e apoio, fico honrado!

      Um grande abraço e tudo de bom para você! :D

      Excluir
  7. ESte veremelho vivo é maravilhoso mesmo.
    No ano passado qdo fazia minha caminhadas passva em frente de um apê com uma dessas na sacada e todos os dias ficava babando, rs
    Aquela minha vermelha que postei outro dia acho que não vai pra frente com aquele espata....Ah fico doida da vida qdo a foto não mostra a cor que queremos, as vezes chega a ficar muito difrente mesmo.

    abraços
    ana
    jeito de casa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana Maria! Que legal, fico imaginando o privilégio de encontrar uma orquídea vermelha durante as caminhadas. Eu também, sempre caminho de olho nas varandas, sacadas e árvores. Qualquer dia, caio em um buraco!

      Que pena que a espata da sua orquídea ainda esteja vazia. Mas não desanime, tenho uma que dá flores quatro meses após formar espata. Sempre há uma esperança, mesmo que ela esteja seca!

      Fico sempre muito feliz em receber sua visita. Muito obrigado pelo apoio!

      Um grande abraço!

      Excluir
  8. Linda demais; é sonho de aquisição de qlq um, do meio! Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jalon! Pois é, fiquei bastante tempo atrás desta pequena. Felizmente, está se tornando cada vez mais comum. Vamos ver se consigo cultivá-la e multiplicá-la, para dividir com os amigos. Muito obrigado pela visita!

      Um grande abraço!

      Excluir
  9. Meu Deus é espetacular, todas as vezes que olho pra ele, parece que tem algo a mais. É fantástica esta tonalidade, chego a sentir a textura dele. Perfeito. Obrigada por este presente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana Lucia, que bom que gostou! Concordo com você, a cor e a textura são excepcionais! Muito obrigado pela visita e pelo comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir