A orquídea da corrente dourada


Flores da micro-orquídea Dendrochilum filiforme
Dendrochilum filiforme

Quando comprei esta orquídea, estava empolgado com as fotos que via na internet, sempre plantas repletas de várias hastes finíssimas, carregando longas correntes douradas nas extremidades. Um espetáculo. Como aqui em casa tudo é muito demorado e parcimonioso, acabei ficando com uma única correntezinha. Mas não posso reclamar.

Esta micro-orquídea, Dendrochilum filiforme, também conhecida como the golden chain orchid, é natural das Filipinas. Como a maioria das orquídeas, gosta de bastante umidade ambiental e alta luminosidade, similar à requerida pelas Cattleyas. É considerada uma planta de fácil cultivo e floresce entre a primavera e o verão.

Venho acompanhando a evolução desta orquídea deste que o filhote de haste floral colocou a cabeça para fora. Foram quase três meses de um lento despertar. A partir da última atualização, o desenvolvimento dos botões e flores acelerou-se de uma forma impressionante. O resultado final é esta pequena joia da natureza. Apesar da delicadeza das flores, estas são bastante resistentes e duráveis. Vamos ver se elas voltam em maior número no ano que vem.

14 comentários:

  1. As Dendrochilum's em geral são muito belas. Tenho duas, se não me engano, e estas correntinhas são demais. Mas também muito demoradas. Mas toda espera vale... abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luis, pois é, como demoram! Como foi minha primeira floração, cheguei a achar que algo estava errado. Muito obrigado pela visita! Um grande abraço!

      Excluir
  2. Olá,Sérgio!
    Que bela surpresa encontrar este teu encantador blog,repleto dessas flores fantásticas que são as orquídeas...Parabéns! Também adoro essas plantas admiráveis e tenho algumas delas aqui em casa. Mas esta espécie de hoje eu não conhecia...Sem dúvida mais uma preciosa jóia da natureza!
    Também sou bióloga, e tenho um blog onde gosto de compartilhar as estórias do nosso cotidiano e da nossa paixão pela natureza...Se você quizer passar lá no bloguinho será uma alegria!
    Um abraço grande e um Feliz Ano Novo pra você,sua família e suas lindas orquídeas!
    Teresa
    (do blog "Se essa lua fosse minha")

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Teresa! Que bom receber sua visita, muito obrigado pelo prestígio. Fico contente em saber que também é bióloga e cultiva orquídeas. Que coincidência.

      Com certeza, vou fazer uma visita ao seu blog. Muito obrigado pelos votos, também desejo a você e aos seus tudo de bom em 2013! Um grande abraço!

      Excluir
  3. Respostas
    1. Oi Eloiza, tem razão, nem parece de verdade! Também não se parece com uma orquídea, não é mesmo? Que bom que gostou, muito obrigado pela visita! Um grande abraço e tudo de bom!

      Excluir
  4. Oi Sergio!

    A primeira vez que vi um Dendrohilum foi em uma exposição de Jarinú. Fiquei encantado com as "tiras" cheias de pequeninas orquídeas amarelinhas!! Não resisti e comprei uma muda com meia dúzia de bulbos e sem flor. No ano seguinte quando floriu, para a minha surpresa as flores eram brancas com o labelo amarelo. Depois eu soube tratar-se do Dendrochilum cobbianum (inclusive é a planta da capa do meu blog). Vendo sua postagem até me senti tentado à comprar o filiforme, mas vou resistir à tentação e me manter firme com os Paphios!! Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi André!

      Mas que história interessante! Imagino a sua decepção na hora que as flores abriram. Por outro lado, o cobbianum também é muito bonito e exótico! Eu vi a foto no seu blog, é uma orquídea belíssima.

      Mas concordo com você, se nos dispersamos, acabamos ficando sem nada consistente. Admiro sua coleção de Paphios! Um grande abraço!

      Excluir
  5. Entre os que tenho é o meu preferido. Ele é muito lindo.
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bete, que legal! Eu só tenho este, mas ainda assim, é o meu preferido mesmo! Que bom que gostou, muito obrigado pela visita e comentário! Um grande abraço!

      Excluir
  6. Mto linda a correntinha, elas são graciosas msm! Abç.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Flávia! Tem razão, também gosto bastante! Que bom receber sua visita, muito obrigado! Um grande abraço!

      Excluir
  7. Sergio, pode ter certeza de que ela vai dar mais flores no próximo ano. Tenho um Dendrochilum filiforme que foi comprado há cinco anos com apenas duas hastes. Floresce religiosamente entre a última semana de dezembro e a primeira de janeiro: no primeiro ano deu duas hastes, no segundo, quatro, depois seis, oito e, neste ano, dez. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, que legal! Tomara que sim! Agora fiquei mais animado. Eu vi a floração do seu Dendrochilum deste ano, está um arraso! Muito obrigado pelas informações e pela visita! Um grande abraço!

      Excluir