Entre a teoria e a prática da orquidofilia


Flores da orquídea Dendrobium Stardust 'Chiyomi'
Dendrobium Stardust 'Chiyomi'

As entrevistas aqui publicadas, recentemente, fizeram-me pensar sobre como eu aplico, no dia-a-dia, todo este valioso conhecimento passado pelos especialistas da orquidofilia. Confesso que cheguei a uma conclusão não muito animadora.

Resolvi fazer uma pequena lista das situações nas quais a prática não corresponde à teoria.

Teoria: É aconselhável manter um bom espaçamento entre um vaso e outro, de modo que as folhas não se sobreponham. Este procedimento dificulta a propagação de doenças e permite uma boa ventilação.
Prática: Se eu fosse seguir este conselho à risca, poderia ter apenas dois ou três vasos na varanda. Minhas orquídeas estão tão apertadas que chegam a desafiar as leis da física. Ainda assim, continuo espremendo as coitadas, tentando achar só mais um espacinho.

Teoria: Os melhores horários para se regar as orquídeas são o começo da manhã ou final da tarde, evitando-se as horas mais quentes do dia.
Prática: Acordo no sábado de manhã, olho para o relógio e decido ficar uns minutinhos a mais na cama. Quando vejo, já são 11h30min. Dou um pulo e saio correndo para regar as meninas, torcendo para que sequem antes de serem atingidas pelos raios do sol, ao meio-dia.

Teoria: Devido ao seu metabolismo lento, as orquídeas não necessitam de muito adubo para crescerem e florescerem. O excesso não é absorvido e pode vir a ser prejudicial.
Prática: Estou constantemente atrás de um novo e milagroso adubo. Químico, orgânico, organomineral. Compro um para experimentar e, como o anterior ainda não acabou, vou intercalando. Depois, decido testar os 'adjuvantes'. Superthrive, Tiamina, Ajinomoto... Se não me controlo, acabo matando as orquídeas por intoxicação. O que, aliás, é bem provável que já tenha acontecido.

Paro por aqui para não cansá-los. Mas a lista poderia se estender por páginas. É fascinante ver que, apesar dos nossos erros, as orquídeas ainda são capazes de se adaptar e sobreviver.


Video: Como cuidar de orquídeas: Flores e botões

Como manter as flores das orquídeas saudáveis e bonitas por mais tempo. Dicas para conservar botões florais e orquídeas floridas por períodos mais prolongados, com procedimentos simples de serem adotados.

6 comentários:

  1. Obrigada pelo resumo, muito bom.
    abraços e um lindo dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bete, bom dia! Imagine, eu que agradeço pela visita! Abração e tudo de bom!

      Excluir
  2. Boa noite Sergio! A imagem é divina! A respeito do espaço, eu já vi nas minhas andanças pela net, moradores de ap colocarem ganchos no teto para terem mais espaço para as meninas. E o adubo é o que mais me causa dúvidas então o que fiz? Não coloquei mais. Me arrisquei, eu sei, mas como elas estão recebendo água da chuva acho que consegui um bom resultado. No final do post atual lá do meu blog eu mostro 2 que floriram essa semana. Ah e se vc escrevesse mais não ficaria cansativo não, adoro informações e essas foram ótimas! Uma boa noite pra vc, abraços!!
    Cantinho da galega

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani, boa noite! Que interessante, ótima ideia. Vou ver se consigo fazer o mesmo aqui. Muito obrigado pela visita e pelas informações. Vou ver suas meninas lá no Cantinho, com certeza! Valeu pela força! Abração e uma ótima noite!

      Excluir
  3. Olá Sergio tudo bem?Passei pra te elogiar pelo seu blog, eu simplesmente amo,passo por aqui constantemente... suas dicas me ajudam muito no cuidado com minhas meninas... adoro suas fotos a qualidade é ótima, fico encantada.. Continue nos ajudando com suas experiências e quando der poste algo sobre como fazer mudas a partir de sementes... Beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rejane, tudo bem? Por aqui, tudo em ordem! Poxa, que felicidade saber que está gostando do blog! Fico contente, muito obrigado pela visita, pelo apoio e pelas palavras de incentivo!

      Não sei se você já viu, tem um post sobre este assunto:

      Como plantar orquídeas

      Ainda não está concluído, já que estou esperando as sementes germinarem. Mas vou dar prosseguimento ao assunto! Muito obrigado pela sugestão!

      Um grande abraço!

      Excluir