Oncidium Aloha 'Iwanaga' - Floração 2012


Orquídea Oncidium Aloha 'Iwanaga'
Oncidium Aloha 'Iwanaga'

Dentre as diversas orquídeas popularmente conhecidas como 'chuva de ouro', o Oncidium Aloha 'Iwanaga' é o mais comumente encontrado no mercado. Atualmente, é possível comprar esta orquídea em floriculturas, supermercados, sacolões e até feiras. O porte imponente de suas florações, sempre abundantes ao longo de hastes bastante ramificadas, remete-nos, de fato, à imagem de uma chuva ou cascata de ouro.

No entanto, se observarmos cada flor individualmente, notaremos uma outra semelhança. Devido ao chamativo labelo amarelo, que lembra uma saia, as orquídeas do gênero Oncidium, principalmente o Oncidium Aloha, costumam ser conhecidas como dancing ladies ou dançarinas. Orquídea bailarina também é outro nome popular frequentemente utilizado por aqui.

Embora muitos acreditem tratar-se de uma espécie de orquídea, o Oncidium Aloha 'Iwanaga' é, na verdade, um híbrido complexo, resultante do cruzamento entre Oncidium Goldiana e Oncidium Star Wars. As espécies envolvidas na produção do Oncidium Aloha são Oncidium flexuosum, Oncidium sphacelatum e Oncidium varicosum.

Trata-se de uma orquídea desenvolvida no Havaí, registrada pelo cultivador Iwanaga. As irmãs Morimoto foram as responsáveis por trazer mudas deste Oncidium ao Brasil, no final da década de 1990. Após trabalharem em sua adaptação, passaram a produzi-lo e comercializá-lo em grande escala.

Hoje, esta é uma orquídea bastante difundida, que caiu no gosto do consumidor brasileiro. Há, inclusive, produtores que a cultivam como flor de corte. O Oncidium Aloha é extremamente resistente e generoso nas florações, sendo considerado uma orquídea de fácil cultivo. As flores são bastante duráveis e podem aparecer em qualquer época do ano. E, como costumo dizer, se as flores surgem por aqui, no apartamento, surgirão em qualquer outro lugar.

Apesar de ser linda ao vivo, acho difícil fotografá-la. São muitas flores, espalhadas ao longo de vários ramos. Por algum motivo, achei que esta ficou parecendo uma árvore de moedas douradas!



6 comentários:

  1. Fiquei encantada com a imagem e a beleza da planta.
    Parabéns Sergio
    abraços e um lindo dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bete, que bom, muito obrigado! Você sempre gentil, sou muito grato pelo apoio, sempre! Um grande abraço e um ótimo dia para você também!

      Excluir
  2. Que linda essa orquídea, simplesmente maravilhosa....a imagem transmite uma energia muito boa e ao mesmo tempo tranquilidade!

    mto bacana o seu blog!


    ps: vc estudou na unicamp? que legal estudo lá tmb

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla, que bom, muito obrigado! Fico feliz que tenha gostado! De fato, estudei Biologia na Unicamp, mas faz séculos. Na verdade, nem atuo na área. Boa sorte no seu curso! Abraços!

      Excluir
  3. Olá, Sergio gostaria de saber,só de curioso,porque registraram ela como um cruzamento em 1990, se eu que tenho 42 anos já conheço ela pelo menos a 35,minha vó tinha no pátio dela e eu gostava muito, Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem? Que interessante! De fato, este híbrido foi trazido do Japão e é relativamente novo. Será que a orquídea da sua avó não seria o Oncidium flexuosum? É uma espécie nativa do Brasil e muito bonita, parecida com esta.

      Muito obrigado pela visita e pela participação!

      Um grande abraço!

      Excluir