Cattleya labiata - Desafiando a mesmice


Orquídea Cattleya labiata caerulea
Cattleya labiata caerulea

Esta é mais uma foto da Cattleya labiata caerulea, orquídea que já foi apresentada aqui diversas vezes. Sempre tenho a sensação de que repito muito as plantas postadas aqui no blog. Por isso, vivo procurando novas espécies para aumentar a diversidade na minha coleção. Penso que, com tão poucas plantas, chegará um momento em que nada mais restará para ser fotografado.

Isso era o que eu pensava. Até ler uma matéria sobre a fotógrafa mirim Jessica Trinh. Aos 17 anos, ela já tem mais de 1.300 likes no Facebook. Suas fotos têm como estrelas seus dois cães. Com este repertório aparentemente limitado, ela cria uma infinidade de cenas fantásticas, com um ambiente quase mágico. Além de belíssima, sua fotografia transmite movimento, sentimento e sonho. Adorei.

Claro que eu não tenho o talento desta menina. Mas ela me incentivou a tentar ser mais criativo, mesmo com poucas orquídeas para fotografar. Vamos ver se consigo... E paro de comprar plantas loucamente.

8 comentários:

  1. Oi Sergio.
    Planta maravilhosa. Parabéns pelo cultivo
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bete, que bom que gostou! Muito obrigado! Abraços!

      Excluir
  2. Olá Sérgio...
    Bonita planta, parabéns...nós sempre achamos que temos poucas plantas,e sempre encontrando mais uma (bonita) para a nossa coleção, rs,continue tirando fotos sempre,não importa se da mesma flor, você encontrará muitos angulos diferentes e maravilhos ainda não percebidos.
    Agora, você já pensou se um dia chegarmos a um ter um orquidario como este...veja que legal e bonito,no you tube, físico cuida de 3 mil orquídeas.
    Um abraço,Zenaide Pareja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Zenaide, que bom, muito obrigado! É verdade, nunca conseguimos parar de aumentar a coleção... Obrigado pelo incentivo, vou continuar a fotografar sim!

      Pois é, este orquidário do Denitiro Watanabe é um sonho. O vídeo é muito bom, obrigado pela indicação! Um grande abraço!

      Excluir
  3. Sergio, tenho uma dessa com quase dois anos e ainda não floriu, recentemente comprei outra. Apesar de achar linda, ela é muito resistente e nao tenho muita esperança em ve-la florir novamente..estou aguardando ansiosa...bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angela, sabe que eu enfrento o mesmo problema? Tem duas irmãs desta da foto que nunca floresceram por aqui. Acho que é uma questão de tempo, uma hora elas acordam. Uma coisa que ajuda é aumentar a luminosidade e fornecer uma adubação mais rica em fósforo. Boa sorte com as suas meninas e muito obrigado pela visita! Bjos!

      Excluir
  4. Você tem o mesmo pensamento que eu. Ao ver algo bom, tento renovar o meu estilo. É a tal inveja boa!! A vida é assim mesmo, a gente tem que admirar os outros para nosso próprio crescimento, né?

    Numa das viagens que fiz ao norte de minas (pela expedição) dei de cara com a for do mandacaru. Você a conhece? Se tiver um tempinho, postei aqui no dihitt, esta semana. Dizer que é interessante, é pouco. É linda!!

    Parece com este sentimento de agora. Brilhar, pelo menos um instante.

    Abração

    Valéria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Valéria, que bom saber! De fato, concordo com você. Pessoas assim são sempre fonte de inspiração e motivação.

      Eu não conheço essa flor, mas fiquei curioso. Vou procurar vê-la, depois te falo.

      Muito obrigado pela visita e pelo comentário tão construtivo. Adorei!

      Um grande abraço e tudo de bom!

      Excluir