Presente - Bromélia Tillandsia stricta


Bromélia Tillandsia stricta
Tillandsia stricta

Há muito tempo namorava esta bromélia, Tillandsia stricta, mas nunca a encontrava para comprar. Ao contrário das vistosas parentes que pululam nas floriculturas, esta cabe na palma da mão. Na inflorescência, o que mais chama a atenção são as brácteas vermelhas, que abrigam as minúsculas flores roxas. Um mimo.

Recentemente, tive o privilégio de conhecer um médico e orquidófilo que possui um pequeno paraíso particular no quintal de casa. O local está repleto de orquídeas das mais variadas espécies, bem como bromélias, suculentas e outras plantas. Levei a máquina para fotografar, mas fiquei tão embevecido com as plantas e a conversa, que saí sem tirar uma foto sequer. Por outro lado, ganhei presentes mais do que especiais. Um deles foi esta bromélia, há tanto tempo almejada! São surpresas como essa que tornam esta atividade tão gratificante.

12 comentários:

  1. que linda Serginho, pena que esqueceu de tirar as fotos...rsrs...parabéns pelo presente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, Marisa! Hehehe! Mas foi bom, assim tenho a oportunidade de voltar, tirar fotos e retribuir os presentes! Bjos!

      Excluir
  2. Sérgio, por aqui onde moro essa bromélia "dá mais que chuchu na serra". Surge em todo canto, sem nem ser chamada. E é realmente, uma graça. Eu amo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tecedora, que bom saber! Este é o problema de morar cercado de concreto por todos os lados. Muito obrigado pela visita e pelo comentário! Abraços!

      Excluir
  3. As bromélias são lindas e caprichosas; as flores desta sua dispensam comentários! boa noite! Acho que as flores, na verdade, são os pontinhos violeta. Certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jalon! Pois é, também gosto bastante das bromélias. Pena não ter espaço para cultivá-las. Isso mesmo, as flores são estes minúsculos pontos violeta, tem razão. Muito obrigado pela visita e pelo comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
  4. Oi Sérgio,
    Moro em Porto Alegre no Rio Grande do Sul, é uma cidade que apesar de ser uma capital é bastante arborizada. Talvez por isso essa bromélia por aqui seja quase como uma praga. Digo isso pois eventualmente elas tomam os fios de luz em número tão grande que é necessário chamar a prefeitura para limpá-los antes que não aguentem o peso. Todas as árvores são presenteadas com essas lindas bromélias e eu desde a infância tive fascinação por elas, tenho muitas em casa, adoro recolher algumas pela rua e espalhar no meu quintal. Já vi essa bromélia em diversos tamanhos, desde o tamanho de uma caixa de fósforo até o tamanho de um melão. E a cor também as vezes parece diferente, o vermelho com roxo que tu descreve eu já vi e eu muitas vezes vi rosa pink com azul. Quando eu compro um vaso de fibra de coco eu costumo prender várias em torno do vaso para embelezá-lo, já que eu as tenho em abundância posso fazer diversos arranjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jade, que interessante! Já estive em Porto Alegre, mas não sabia desta riqueza de árvores e bromélias! Adoro sua cidade.

      Veja só, e eu aqui teria que comprar se quisesse colecioná-la. Infelizmente, não tenho espaço e não poderia cultivar tudo o que me agrada.

      Adorei a ideia do vaso com bromélias, acho que deve ficar um espetáculo. Parabéns!

      Muito obrigado pela visita e pelo comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir
    2. Muitos bairros possuem túneis verdes com tipuanas, ipês roxos e rosas, flamboyants e até cinamomos. Aliás posso dizer que a primeira flor que tive mais parecida com orquídea foram as flores das duas árvores que possuo no quintal, um gigantesco flamboyant e duas acácias amarelas. Não precisam de nenhum cuidado para florescerem e as flores são tão abundantes que precisam ser varridas pra ninguém escorregar. Engraçado, nunca me considerei colecionadora de bromélias apesar de ter uma centena delas no quintal, elas não me dão nenhum trabalho, eu nem rego. Aqui está bem frio e a umidade do ar é muito alta, tenho tomado cuidado também com as regas das orquídeas. Meu cunhado que mora em São Paulo, quando volta pra cá no inverno diz que se sente nadando. Obrigada pela resposta!

      Excluir
    3. Que legal, Jade! Imagine, eu que agradeço pela visita e participação! Um grande abraço!

      Excluir
  5. Sérgio, ganhei uma dessa e estava pesquisando ,me deparei com ORQUÍDEAS NO APÊ. Amei!! Maravilha !!! Parabéns!! Um abraço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Conceição, tudo bem? Que alegria saber que encontrou o blog! Seja muito bem-vinda! Muito obrigado pela visita e pelo comentário!

      Um grande abraço!

      Excluir