Arranjo com uma mini samambaia


Mini samambaia havaiana
Mini samambaia havaiana


A escassez de flores para fotografar está tão grande que, em breve, sairei fotografando as alfaces aqui da geladeira. Enquanto este dia não chega, trago para vocês esta composição com uma mini samambaia, também conhecida como samambaia havaiana, uma variante da Nephrolepis exaltata.

Esta é outra planta perfeita para se cultivar em ambientes internos. Não requer muita luz, é compacta e bastante resistente. Assim como as demais plantas, rego quando sinto o vaso leve. No calor, dou uma leve borrifada de água pela manhã.

Na foto, ela aparece acompanhada de uma escultura Takabayashi em pedra-sabão. A silhueta sinuosa, a cor e a textura desta peça lembram-me muito os jardins japoneses, as formas da natureza. Eu sempre a imaginei ao lado de um bonsai. Como não o tenho, fiz a composição com a samambaia mesmo.

8 comentários:

  1. O nome científico deste musgo é Selaginella kraussiana.
    Achei no site http://www.cuidar.com.br/musgo-tapete.
    Gostei muito do sue blog.
    Carol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carolina! Muito obrigado pela informação e pela visita ao blog. Que bom que gostou!

      Eu achei esta Selaginella linda, mas um pouco diferente da planta que tenho em casa. Acho que a minha foto engana, vou postar outras no futuro. Muito obrigado pela ajuda!
      Um grande abraço!

      Excluir
    2. O nome científico da samambaia havaiana é Nephrolepis exaltata.
      É uma graça ela mesmo, delicada.

      Excluir
    3. Oi Clarissa, é esse mesmo! Muito obrigado pela informação. Em um outro post aqui no blog, eu coloquei outra foto com o nome científico. Valeu pela visita e pelo comentário! Abraços!

      Excluir
  2. Olá Sérgio! estava pesquisando sobre como cuidar da Selaginella, achei seu blog por acaso, amei!! as fotos são lindas, mas as orquídeas são fenomenais, bom sou suspeita para falar sou amante incondicional dessas beldades da natureza!! bjs mil

    ana paula

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Paula! Que bom receber sua visita! Fico contente que esteja gostando das orquídeas. Que pena que não temos nada sobre Selaginella aqui no blog, por enquanto. Mas muito obrigado pelo apoio e pelo comentário. Seja muito bem-vinda! Bjos e tudo de bom!

      Excluir
  3. Olá Sergio, há algum tempo, plantei a minha mini samambaia havaiana em um aquário do tipo "fishbowl", mantendo-o meio inclinado com a ajuda de suportes para que a samambaia tivesse um caimento. Deixo-a na estante de TV, do lado da sacada, protegida da luz direta do sol por uma cortina leve (que deixa passar um pouco de luz). No entanto, com o tempo, ela foi definhando. Não sei se por excesso de umidade no solo (que é basicamente terra da minha composteira) ou por conta da adubação com fertilizante específico para a samambaia, à base de NPK (cheguei a aplicar duas vezes apenas). Minha dúvida é se é possível cultivar esta samambaia num recipiente sem drenagem como este fishbowl, e qual seria o solo mais adequado. Cheguei a ler na internet um solo composto de 1/2 de fibra de coco, 1/4 de areia grossa e 1/4 de terra vegetal. Agradeço qualquer ajuda que puder me dar.

    Eduardo Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eduardo, tudo bem? Que pena. De fato, este cultivo em vidro, sem drenagem, é mais complicado. Assemelha-se ao cultivo em terrários. Seria necessário colocar várias camadas de pedrisco, carvão, vermiculita, que fariam o papel de absorver o excesso de água e impedir o apodrecimento das raízes. A terra vai por cima destas camadas. A composição do solo pode ser bem variada, ele só no pode ser muito compactado. O mais seguro seria cultivar em vaso, com furos.

      Um grande abraço!

      Excluir